Monitor das Fraudes - O primeiro site lusófono sobre combate a fraudes, lavagem de dinheiro e corrupção
Monitor das Fraudes

>> Visite o resto do site e leia nossas matérias <<

CLIPPING DE NOTÍCIAS


Acompanhe nosso Twitter

30/07/2010 - Diário de Notícias Escrever Comentário Enviar Notícia por e-mail Feed RSS

Vítimas eram apanhadas na Net

Detidos pela PJ combinavam encontros de cariz sexual com homens, que acabavam roubados e sequestrados nas suas viaturas.

Os três agora detidos entravam em salas de conversação de cariz sexual na Internet e combinavam encontros com outros homens em locais públicos como centros comerciais. Mas estas histórias não tinham um final feliz. Seguia-se uma volta de carro para zonas mais desertas, onde ameaçavam e coagiam as vítimas a revelar os códigos de cartões multibanco.

A Polícia Judiciária do Porto deteve dois dos três presumíveis autores de cinco crimes de roubo com sequestro, ocorridos em Dezembro de 2009 e Janeiro de 2010, em locais ermos de Matosinhos e da Maia. Sob o pretexto do "interesse emotivo ou sexual", as vítimas acabavam sequestradas nas próprias viaturas enquanto era feito um levantamento da sua conta bancária. "Houve três que resistiram e foram agredidos", explicou fonte da PJ, acrescentando que num dos casos "o encontro aconteceu na residência da vítima, de onde roubaram um par de sapatilhas e um relógio, avaliados em 300 euros".

Os indivíduos, de 22 e 28 anos, tinham já sido detidos em Junho pelo departamento de Braga por roubos a residências com ameaça e coacção psicológica, e, ainda de acordo com a directoria do Porto, já tinham tido o mesmo tipo de actuação em Braga e Esposende, "mas aí iam directamente a casa das pessoas". Aguarda-se o decretar das medidas de coacção. (J.B.)

Página principal do Clipping   Escreva um Comentário   Enviar Notícia por e-mail a um Amigo
Notícia lida 195 vezes




Comentários


Nenhum comentário até o momento

Seja o primeiro a escrever um Comentário


O artigo aqui reproduzido é de exclusiva responsabilidade do relativo autor e/ou do órgão de imprensa que o publicou (indicados na topo da página) e que detém todos os direitos. Os comentários publicados são de exclusiva responsabilidade dos respectivos autores. O site "Monitor das Fraudes" e seus administradores, autores e demais colaboradores, não avalizam as informações contidas neste artigo e/ou nos comentários publicados, nem se responsabilizam por elas.


Patrocínios




NSC / LSI
Copyright © 1999-2016 - Todos os direitos reservados. Eventos | Humor | Mapa do Site | Contatos | Aviso Legal | Principal