Monitor das Fraudes - O primeiro site lusófono sobre combate a fraudes, lavagem de dinheiro e corrupção
Monitor das Fraudes

>> Visite o resto do site e leia nossas matérias <<

CLIPPING DE NOTÍCIAS


Acompanhe nosso Twitter

29/07/2010 - Público.pt - Última Hora Escrever Comentário Enviar Notícia por e-mail Feed RSS

Sete arguidos são suspeitos de fraude fiscal

Arquitecto declarou 210 mil e recebeu 7,5 milhões.

Eduardo Capinha Lopes, Manuel Pedro, Charles Smith, Carlos Guerra, João Cabral, José Manuel Marques e José Dias Inocêncio vão ser objecto de participações à Direcção-Geral dos Impostos para que seja apurada a eventual prática, por todos eles, do crime de fraude fiscal. A decisão de mandar extrair certidões dos autos com essa finalidade foi tomada devida às enormes divergências detectadas pelos peritos financeiros da Polícia Judiciária entre os rendimentos que declararam para efeitos de IRS e os montantes que foram depositados nas suas contas bancárias.

No caso do arquitecto Capinha Lopes, o mais flagrante, os rendimentos declarados entre 2002 e 2004 são de 210 mil euros, enquanto nas suas contas foram depositados 7,5 milhões. Grande parte deste valor resulta de transferências procedentes de contas do Banco Insular e do BPN nas ilhas Cayman, cujos titulares os investigadores não conseguiram apurar. Quanto a Manuel Pedro, o rendimento declarado entre 1999 e 2004 é de 307 mil euros e os depósitos bancários ascendem 1,9 milhões. No caso de Charles Smith, as declarações referem 179 mil entre 1999 e 2004 e as contas mostram 1,8 milhões. Já Carlos Guerra declarou 298 mil entre 1999 e 2003, enquanto que pelas suas contas passaram 726 mil euros. Relativamente aos arguidos João Cabral, José Inocêncio e José Manuel Marques, as diferenças detectadas são mais reduzidas. (J.A.C.)

Página principal do Clipping   Escreva um Comentário   Enviar Notícia por e-mail a um Amigo
Notícia lida 387 vezes




Comentários


Nenhum comentário até o momento

Seja o primeiro a escrever um Comentário


O artigo aqui reproduzido é de exclusiva responsabilidade do relativo autor e/ou do órgão de imprensa que o publicou (indicados na topo da página) e que detém todos os direitos. Os comentários publicados são de exclusiva responsabilidade dos respectivos autores. O site "Monitor das Fraudes" e seus administradores, autores e demais colaboradores, não avalizam as informações contidas neste artigo e/ou nos comentários publicados, nem se responsabilizam por elas.


Patrocínios




NSC / LSI
Copyright © 1999-2016 - Todos os direitos reservados. Eventos | Humor | Mapa do Site | Contatos | Aviso Legal | Principal