Monitor das Fraudes - O primeiro site lusófono sobre combate a fraudes, lavagem de dinheiro e corrupção
Monitor das Fraudes

>> Visite o resto do site e leia nossas matérias <<

CLIPPING DE NOTÍCIAS


Acompanhe nosso Twitter

25/07/2010 - Diário do Nordeste Escrever Comentário Enviar Notícia por e-mail Feed RSS

Preso na Praia do Futuro acusado de ´golpe da casa´

O homem preso por policiais da Defraudações é acusado de crimes de estelionato em cidades do Interior do Ceará.

Uma operação realizada por Inspetores da Delegacia de Defraudações e Falsificações (DDF), sob o comando do delegado Jaime Paula Pessoa Linhares, resultou na prisão do homem acusado de aplicar o "golpe da casa". O ex-presidente da Federação de Pescadores e Trabalhadores na Agricultura Familiar do Estado do Ceará (Fetraace), Francisco Eraque Roque, possuía contra três mandados de prisão expedidos pela Justiça e acabou detido na última quinta-feira, na Praia do Futuro, (Zona Leste de Fortaleza).

De acordo com o delegado Jaime Linhares, há alguns dias eles receberam a informação de que Eraque estava escondido em Fortaleza. "Fizemos levantamentos e descobrimos a exata localização onde ele estava. Fizemos um acompanhamento, e na última quinta-feira, conseguimos realizar a prisão", revelou.

O acusado tinha contra si, mandados de prisão expedidos pelas Comarcas de Pindoretama, Mulungu e São Luiz do Curu. "Desde que teve sua prisão decretada, ele vinha se escondendo em vários lugares, por último, ele se refugiou em Fortaleza", contou Jaime. Segundo o titular da DDF, Eraque é acusado de aplicar um golpe milionário, que consistia na promessa de construção de casas populares para pessoas que vivem da agricultura ou aposentadoria em Municípios do Interior do Estado e recebem, em média, um salário mínimo. Depois de prometer as casas, segundo as investigações, o acusado recolhia o dinheiro e ´desaparecia´ das cidades.

Conforme também as investigações da Polícia, os compradores eram orientados a pagar R$ 300 para a federação, que supostamente, construiria o imóvel, cabendo aos futuros moradores indicar o terreno. Na DDF, Eraque foi indiciado em setembro de 2009, pelos crimes de estelionato e falsidade ideológica. A partir do projeto ´Nossa Morada´, o acusado ofertou mais de 1.500 casas em 22 municípios do Estado.

Antes de ter seu nome envolvido no ´golpe da casa´, Eraque já respondia por outros crimes. Em um deles, ele estava cumprindo pena no regime semiaberto. O acusado também responde por estelionato em Cidades do Interior do Estado como Cruz e Acaraú. Contra ele, existem 29 processos na Justiça Estadual, seis na Justiça Federal e três nos juizados especiais. Na maioria deles, Eraque é acusado de crime de estelionato.

Página principal do Clipping   Escreva um Comentário   Enviar Notícia por e-mail a um Amigo
Notícia lida 239 vezes




Comentários


Nenhum comentário até o momento

Seja o primeiro a escrever um Comentário


O artigo aqui reproduzido é de exclusiva responsabilidade do relativo autor e/ou do órgão de imprensa que o publicou (indicados na topo da página) e que detém todos os direitos. Os comentários publicados são de exclusiva responsabilidade dos respectivos autores. O site "Monitor das Fraudes" e seus administradores, autores e demais colaboradores, não avalizam as informações contidas neste artigo e/ou nos comentários publicados, nem se responsabilizam por elas.


Patrocínios




NSC / LSI
Copyright © 1999-2016 - Todos os direitos reservados. Eventos | Humor | Mapa do Site | Contatos | Aviso Legal | Principal