Monitor das Fraudes - O primeiro site lusófono sobre combate a fraudes, lavagem de dinheiro e corrupção
Monitor das Fraudes

>> Visite o resto do site e leia nossas matérias <<

CLIPPING DE NOTÍCIAS


Acompanhe nosso Twitter

24/07/2010 - Jornal Cruzeiro do Sul Escrever Comentário Enviar Notícia por e-mail Feed RSS

Quadrilha é presa por estelionato

Por: Gustavo Ferrari


Policiais do Tático Ostensivo Rodoviário (TOR) prenderam, às 14h de 6ª feira (23), Iranildo Carneiro da Costa, de 28 anos, Ednan da Silva Moraes, de 22 anos, Marcelle Damasceno, de 20 anos, e Thatiane Gomes de Souza, de 19 anos, acusados de sacar, com cartões furtados, a quantia de R$ 5.800,00 na boca do caixa em duas agências bancárias da Caixa, uma delas localizada na avenida Antônio Carlos Comitre, no Parque Campolim. Eles responderão por formação de quadrilha ou bando e estelionato.

Os quatro foram presos quando seguiam pela rodovia José Ermírio de Moraes, a Castelinho, em direção a São Paulo. Eles estavam em um Honda Civic insufilmado e foram abordados, no quilômetro 10, pela viatura 5172 do TOR, ocupada pelo sargento Granzotto e os cabos Codinhoto e Luciano. Durante averiguação de rotina, os policiais encontraram o dinheiro numa bolsa, juntamente com documentos falsos. Os ocupantes foram levados para o Plantão Policial Norte, e acabaram presos pela delegada Jaqueline Barcelos Coutinho.

Segundo Granzotto, Costa é de Osasco e tem extensa ficha policial, que inclui assalto a mão armada e receptação. Moraes é de São Paulo e responde por estelionato. Já Marcelle e Thatiane são do Rio de Janeiro e não possuíam, até ontem, passagem pela polícia. As duas alegaram ser garotas de programa. “Teriam conhecido os dois numa balada em São Paulo”, disse o sargento. Os homens foram conduzidos ao Centro de Detenção Provisória de Aparecidinha (CDP) e as mulheres seguiram à Cadeia Feminina de Votorantim.

Pela versão da polícia, Moraes seria o mentor do grupo e frequentava agências bancárias. Oferecia ajuda a idosos durante os saques e aplicava golpes. Fazia isso em cidades próximas da capital. “Ele decorava as senhas e quando devolvia os cartões aos donos, trocava por outros falsos”, ressaltou Granzotto. Nas agências de Sorocaba, Marcelle e Thatiane foram as responsáveis pelos saques na Caixa. “R$ 2 mil foram retirados de uma e os outros R$ 3.800,00 de outra. As duas solicitaram, ainda, os extratos das respectivas contas”, acrescentou o sargento.

A polícia acredita que os quatro teriam feito outras vítimas na região de Sorocaba. Pelo acerto com a dupla, as mulheres receberiam 10% do valor retirado das agências, ou seja, R$ 580,00. O dinheiro apreendido pelo TOR ficará à disposição da Justiça.

Página principal do Clipping   Escreva um Comentário   Enviar Notícia por e-mail a um Amigo
Notícia lida 686 vezes




Comentários


Nenhum comentário até o momento

Seja o primeiro a escrever um Comentário


O artigo aqui reproduzido é de exclusiva responsabilidade do relativo autor e/ou do órgão de imprensa que o publicou (indicados na topo da página) e que detém todos os direitos. Os comentários publicados são de exclusiva responsabilidade dos respectivos autores. O site "Monitor das Fraudes" e seus administradores, autores e demais colaboradores, não avalizam as informações contidas neste artigo e/ou nos comentários publicados, nem se responsabilizam por elas.


Patrocínios




NSC / LSI
Copyright © 1999-2016 - Todos os direitos reservados. Eventos | Humor | Mapa do Site | Contatos | Aviso Legal | Principal