Monitor das Fraudes - O primeiro site lusófono sobre combate a fraudes, lavagem de dinheiro e corrupção
Monitor das Fraudes

>> Visite o resto do site e leia nossas matérias <<

CLIPPING DE NOTÍCIAS


Acompanhe nosso Twitter

23/07/2010 - TEK Escrever Comentário Enviar Notícia por e-mail Feed RSS

Falsos lucros vão custar 100 milhões à Dell


A Dell chegou finalmente a um acordo com o organismo norte-americano que regula o mercado de valores mobiliários, por via do qual terá de pagar 100 milhões de dólares (cerca de 77 milhões de euros).

A este valor somam-se as quantias a entregar por antigos directores da empresa e pelo actual chairman e CEO, Michael Dell - que acordou no pagamento de 4 milhões de dólares (cerca de 3 milhões de euros), mas mantém as funções na empresa.

O acordo vem pôr fim a um processo que se arrastava há cinco anos, altura em que a fabricante começou a ser investigada por prestar declarações falsas nas comunicações à Securities and Exchange Comission (SEC) - que desempenha funções semelhantes à CMVM portuguesa.

Em causa está o recurso a pagamentos feitos pela Intel - que serviam para "comprar" a exclusividade do uso dos seus processadores - para aumentar os lucros apresentados pela Dell.

De acordo com as conclusões a que chegou a SEC, os valores pagos pela Intel eram indevidamente incluídos nos lucros da Dell. Era este valor, apurado de forma irregular, que era comunicado à entidade reguladora, violando assim os deveres de informação a que a empresa se encontra vinculada por estar cotada em bolsa.

A manipulação dos valores ocultava os pagamentos recebidos por parte da Intel e servia ainda para garantir à Dell que o seu crescimento trimestral correspondia às expectativas dos analistas.

Nem a empresa nem o CEO admitiram ou negaram os factos que lhes são imputados, mas comprometeram-se a tomar medidas para melhorar os seus procedimentos de informação ao mercado, onde se inclui a contratação de uma consultora externa.

Num comunicado emitido pela empresa, esta afirma que o acordo salvaguarda os "melhores interesses da companhia, clientes e accionistas" e reafirma o seu apoio unânime a que a liderança se mantenha nas mãos de Michael Dell.

Para além do presidente, foram implicados no processo mais quatro antigos responsáveis das áreas financeira e técnica da empresa. Um deles vai pagar cerca de 4,12 milhões de dólares e outro 50 mil.

Página principal do Clipping   Escreva um Comentário   Enviar Notícia por e-mail a um Amigo
Notícia lida 188 vezes




Comentários


Nenhum comentário até o momento

Seja o primeiro a escrever um Comentário


O artigo aqui reproduzido é de exclusiva responsabilidade do relativo autor e/ou do órgão de imprensa que o publicou (indicados na topo da página) e que detém todos os direitos. Os comentários publicados são de exclusiva responsabilidade dos respectivos autores. O site "Monitor das Fraudes" e seus administradores, autores e demais colaboradores, não avalizam as informações contidas neste artigo e/ou nos comentários publicados, nem se responsabilizam por elas.


Patrocínios




NSC / LSI
Copyright © 1999-2016 - Todos os direitos reservados. Eventos | Humor | Mapa do Site | Contatos | Aviso Legal | Principal