Monitor das Fraudes - O primeiro site lusófono sobre combate a fraudes, lavagem de dinheiro e corrupção
Monitor das Fraudes

>> Visite o resto do site e leia nossas matérias <<

CLIPPING DE NOTÍCIAS


Acompanhe nosso Twitter

21/07/2010 - Portal Exame Escrever Comentário Enviar Notícia por e-mail Feed RSS

Antivírus falso oferece até suporte via chat

Por: Rogerio Jovaneli

Especialista em segurança alerta para táticas cada vez mais sofisticadas de cibercriminosos.

São Paulo - Os antivírus falsos são um grande problema em vários países. Os cibercriminosos por trás desses ataques usam de táticas das mais diversas para infectar a máquina dos usuários, muitas vezes, forçando-os a comprar falsas soluções de segurança.

Ao se instalar na máquina do usuário, o falso antivírus alerta sobre ameaças que não existem realmente no computador e por meio de avisos intermitentes pede que o usuário compre a solução para remover a suposta ameaça. Se não fizer a compra, o usuário será importunado com vários avisos. Se fizer a compra (geralmente com cartão de crédito) terá seus dados roubados e seu cartão clonado.

Entre as técnicas utilizadas por eles para disseminar os ataques e distribuição de falsos antivírus estão o SEO (Search Engine Optmization), onde resultados de busca, geralmente no Google, redirecionam o usuário para uma página onde será oferecido o download do falso antivirus.

Eles também se utilizam de exploits e drive-by-download em redes sociais e sites populares.
Os cibercriminosos que produzem esse tipo de ameaça se esforçam ao máximo para deixar o produto falso com todos os traços de uma solução de segurança real. Escolhem nomes pomposos (ex. Net Protector, Defense Center, Antivirus GT e outros), capricham no visual e copiam produtos conhecidos.

Chegam até a oferecer um suporte via chat para usuários que tiverem dúvidas sobre a instalação e a compra da falsa proteção, conforme constatou Nicolas Brulez, especialista em segurança da Kaspersky Lab.

"Ao clicar no suposto 'suporte', o usuário é direcionado para um bate-papo ao vivo com o especialista técnico do falso antivírus. Eles oferecem não apenas suporte técnico por chat, mas também por telefone e e-mail", de acordo com o especialista da Kaspersky.

A princípio, o Brasil está livre desses antivírus falsos, devido à barreira lingüística. Apesar de haver versões em vários idiomas, geralmente esses falsos produtos são oferecidos em inglês, o que, em teoria, torna o problema menor para usuários daqui. Pelo menos, por enquanto.

Página principal do Clipping   Escreva um Comentário   Enviar Notícia por e-mail a um Amigo
Notícia lida 191 vezes




Comentários


Nenhum comentário até o momento

Seja o primeiro a escrever um Comentário


O artigo aqui reproduzido é de exclusiva responsabilidade do relativo autor e/ou do órgão de imprensa que o publicou (indicados na topo da página) e que detém todos os direitos. Os comentários publicados são de exclusiva responsabilidade dos respectivos autores. O site "Monitor das Fraudes" e seus administradores, autores e demais colaboradores, não avalizam as informações contidas neste artigo e/ou nos comentários publicados, nem se responsabilizam por elas.


Patrocínios




NSC / LSI
Copyright © 1999-2016 - Todos os direitos reservados. Eventos | Humor | Mapa do Site | Contatos | Aviso Legal | Principal