Monitor das Fraudes - O primeiro site lusófono sobre combate a fraudes, lavagem de dinheiro e corrupção
Monitor das Fraudes

>> Visite o resto do site e leia nossas matérias <<

CLIPPING DE NOTÍCIAS


Acompanhe nosso Twitter

21/07/2010 - Jornal de Negócios Escrever Comentário Enviar Notícia por e-mail Feed RSS

Crise financeira dá oportunidade à máfia de lavar dinheiro

Por: Hugo Paula

A crise financeira e consequente redução do crédito concedido à economia, está a permitir à máfia entrar no capital de empresas.

A crise do sistema financeiro europeu está a reduzir o crédito disponibilizado à economia e a favorecer actividades de lavagem de dinheiro por grupos de crime organizado, reporta a Bloomberg, que cita o banco central de Itália.

“A crise deu espaço ao crime organizado para se desenvolver porque o acesso ao crédito se tornou mais difícil”, disse a directora geral adjunta do banco central de Itália, Anna Maria Tarantola à Bloomberg. “Quem quer que detenha grandes quantidades de dinheiro, como os grupos criminosos, pode fazer investimentos que não são possíveis para os outros. Agora podem investir em actividade totalmente legais”, acrescentou.

A economia italiana decresceu 5% no ano passado e banco central do país antecipa um crescimento de 1% em 2010. A concessão de crédito abrandou em 2008 e 2009, e aparentemente não está a ser suficiente para os negócios mais pequenos, segundo o banco central do país.

As autoridades italianas encerraram no ano passado o famoso Café de Paris, em Roma, com alegações de que este era detido pelo grupo mafioso ‘Ndrangeta. A “Cosa Nostra” terá utilizado cadeias de supermercados que detém, também com o propósito de lavar dinheiro, segundo relatórios dos tribunais citados pela Bloomberg.

No ano passado, o crime organizado aumento as suas receitas em 4% para 135 mil milhões de euros, de acordo com o grupo de anti extorsão, SOS Impresa. As detenções de membros de máfias têm sublinhado a crescente importância da lavagem de dinheiro nos negócios legítimos, refere a Bloomberg, que cita as detenções de memros de grupos de crime organizado.

A polícia italiana prendeu 300 membros da 'Ndrangheta, a máfia mais próspera do país, na semana passada e hoje emitiu mandatos de prisão para mais 67.

Página principal do Clipping   Escreva um Comentário   Enviar Notícia por e-mail a um Amigo
Notícia lida 232 vezes




Comentários


Nenhum comentário até o momento

Seja o primeiro a escrever um Comentário


O artigo aqui reproduzido é de exclusiva responsabilidade do relativo autor e/ou do órgão de imprensa que o publicou (indicados na topo da página) e que detém todos os direitos. Os comentários publicados são de exclusiva responsabilidade dos respectivos autores. O site "Monitor das Fraudes" e seus administradores, autores e demais colaboradores, não avalizam as informações contidas neste artigo e/ou nos comentários publicados, nem se responsabilizam por elas.


Patrocínios




NSC / LSI
Copyright © 1999-2016 - Todos os direitos reservados. Eventos | Humor | Mapa do Site | Contatos | Aviso Legal | Principal