Monitor das Fraudes - O primeiro site lusófono sobre combate a fraudes, lavagem de dinheiro e corrupção
Monitor das Fraudes

>> Visite o resto do site e leia nossas matérias <<

CLIPPING DE NOTÍCIAS


Acompanhe nosso Twitter

19/07/2010 - Angola Press Escrever Comentário Enviar Notícia por e-mail Feed RSS

Opositor acusa o presidente num processo de fraude


Porto-Novo - O principal opositor beninense, Adrien Houngbédji, acusou o presidente Boni Yayi de estar envolvido num processo de fraude sobre movimentação de dinheiro, numa declaração chegada domingo à AFP.

"Escolhemos o chefe de Estado para que proteja o povo, para que trabalhe no interesse do povo e não para que proteja fraudes. Fazendo como tal, violou o seu juramento. Violou a constituição e deve ser processado perante o Alto Tribunal de Justiça ", afirmou Houngbédji, à frente de uma aliança de partidos da oposição.

Segundo o opositor, um desvio de poupança organizada pela ICC Serviços, uma empresa beninense de movimentação de dinheiro, que fez recentemente um escândalo no país oeste-africano, foi organizado com "a caução e cumplicidades na cimeira do Estado".

Recolhas de fundos fraudulentas "beneficiaram ao governo e à sua propaganda. Voces viram material de campanha fabricado pelo ICC com a figura do presidente da República, nomeadamente, calendários, vinho e champanhe, bem como as muitas manifestações organizadas pelo movimento presidencial e patrocinadas pela ICC-Services", acusa o opositor.

A 7 de Julho, Boni Yayi havia destituído o ministro do Interior Armand Zinzindohoué no quadro deste processo. O presidente acusava-lhe de ter "oferecido os serviços das forças de segurança sob a sua autoridade e de ter assinado a licença de porte de arma aos responsáveis da sociedade em despeito das precauções elementares na matéria", de acordo com uma fonte da presidência.

Yayi ordenou um inquérito e segundo uma fonte próxima da comissão de inquérito, um dos primos do presidente foi capturado na semana passada e preso na prisão de Cotonou.

Houngbédji declarou igualmente à AFP que as suas declarações neste processo junto de canais locais de televisão nestes dias foram "censuradas sobre ordem do palácio da República".

Eleito em Março de 2006 com mais de 70% dos votos Boni Yayi, um antigo banqueiro, Boni Yayi havia baseado o seu programa na restauração dos valores republicanos e principalmente na luta contra a corrupção que gangrena a administração existente.

Página principal do Clipping   Escreva um Comentário   Enviar Notícia por e-mail a um Amigo
Notícia lida 155 vezes




Comentários


Nenhum comentário até o momento

Seja o primeiro a escrever um Comentário


O artigo aqui reproduzido é de exclusiva responsabilidade do relativo autor e/ou do órgão de imprensa que o publicou (indicados na topo da página) e que detém todos os direitos. Os comentários publicados são de exclusiva responsabilidade dos respectivos autores. O site "Monitor das Fraudes" e seus administradores, autores e demais colaboradores, não avalizam as informações contidas neste artigo e/ou nos comentários publicados, nem se responsabilizam por elas.


Patrocínios




NSC / LSI
Copyright © 1999-2016 - Todos os direitos reservados. Eventos | Humor | Mapa do Site | Contatos | Aviso Legal | Principal