Monitor das Fraudes - O primeiro site lusófono sobre combate a fraudes, lavagem de dinheiro e corrupção
Monitor das Fraudes

>> Visite o resto do site e leia nossas matérias <<

CLIPPING DE NOTÍCIAS


Acompanhe nosso Twitter

18/07/2010 - pernambuco.com Escrever Comentário Enviar Notícia por e-mail Feed RSS

Advogado português é preso acusado de fraudes bancárias


A Polícia Federal divulgou neste domingo (18) a foto do advogado português, Júlio César Vieira de Freitas, de 45 anos, preso na última terça-feira (13) enquanto estava dentro de sua residência, no bairro da Macaxeira, no Recife. Ele era procurado pela Interpol por fraudes bancárias cometidas em Portugal.

Na abordagem, Júlio César apresentou um passaporte falso, alterando o seu primeiro nome para João Paulo, mas foi levado à sede da Polícia Federal, onde teve a identidade revelada. O português, que é casado com uma pernambucana, alegou não ter conhecimento de quaisquer crimes que poderiam ter motivado o mandado de prisão e que teve o nome alterado após ter sido adotado. Se comprovado que houve falsificação do passaporte, Julio Cesar pode ser condenado a até 06 anos de reclusão. O advogado foi encaminhado ao Centro de Observação e Triagem Professor Everardo Luna (Cotel), onde ficará à disposição do Supremo Tribunal Federal.

Extradição - A Policia Federal iniciará um processo de extradição do advogado português, sob orientação do Supremo Tribunal Federal. A extradição é um pedido de um país a outro, para que entregue o autor de um crime cometido por um indivíduo de nacionalidade estrangeira. O processo será concluído em caso de reciprocidade de Portugal quanto ao Brasil, de modo que fique assegurado igualdade de tratamento em futuros pedidos, no caso, realizados pelo Brasil.

Página principal do Clipping   Escreva um Comentário   Enviar Notícia por e-mail a um Amigo
Notícia lida 231 vezes




Comentários


Nenhum comentário até o momento

Seja o primeiro a escrever um Comentário


O artigo aqui reproduzido é de exclusiva responsabilidade do relativo autor e/ou do órgão de imprensa que o publicou (indicados na topo da página) e que detém todos os direitos. Os comentários publicados são de exclusiva responsabilidade dos respectivos autores. O site "Monitor das Fraudes" e seus administradores, autores e demais colaboradores, não avalizam as informações contidas neste artigo e/ou nos comentários publicados, nem se responsabilizam por elas.


Patrocínios




NSC / LSI
Copyright © 1999-2016 - Todos os direitos reservados. Eventos | Humor | Mapa do Site | Contatos | Aviso Legal | Principal