Monitor das Fraudes - O primeiro site lusófono sobre combate a fraudes, lavagem de dinheiro e corrupção
Monitor das Fraudes

>> Visite o resto do site e leia nossas matérias <<

CLIPPING DE NOTÍCIAS


Acompanhe nosso Twitter

13/07/2010 - Portal Exame Escrever Comentário Enviar Notícia por e-mail Feed RSS

Maioria dos brasileiros não sabe identificar site fraudulento

Por: Célio Yano

Segundo estudo encomendado pela VeriSign, até 73% dos internautas podem ser vítimas de golpes por não perceber prática de phishing.

São Paulo - Uma pesquisa encomendada pela empresa VeriSign aponta que até 73% dos usuários de internet brasileiros podem ser vítimas de golpes online por não serem capazes de identificar a prática de phishing - métodos utilizados para roubar dados de internautas.

No estudo, os entrevistados foram apresentados a duas imagens diferentes e deveriam identificar qual delas pertencia a um site fraudulento. De acordo com a VeriSign, a tela da página de phishing continha vários elementos, comuns nesse tipo de prática, que acusavam a fraude, como erros de ortografia, ausência do ícone do cadeado na barra do navegador, solicitação de informações adicionais sobre suas contas e URL com domínio numérico e não específico.

Ataques de phishing e fraudes on-line criam dúvidas e preocupação entre as pessoas que fazem compras on-line. "Com três quartos da população brasileira vulnerável a ataques de phishing, todas as empresas on-line precisam de um método para diferenciar facilmente um site verdadeiro de um site de phishing," declarou Tim Callan, vice-presidente de marketing de produto da VeriSign.

A pesquisa trouxe ainda dados específicos em relação aos públicos presentes na internet. Segundo o estudo, as mulheres são 10% mais suscetíveis a serem vítimas de phishing que os homens. Geograficamente, os internautas do Centro-Oeste do Brasil são menos suscetíveis a cair nas armadilhas dos fraudadores da internet que nas demais regiões. E o grupo etário mais vulnerável é o entre 35 e 44 anos, que tem 21% mais chances de ser vítima de phishing que o grupo entre 18 a 24 anos.

Confira cinco dicas para identificar se um site é genuíno ou não:

1. https:// o "s" no https:// significa que o site é criptografado, portanto as informações inseridas no site estão seguras. Apesar de alguns sites de phishing possuírem um endereço de Web seguro, muitos não têm. Portanto, os visitantes do site devem estar atentos para a falta de segurança em sites que deveriam tê-la.
2. O ícone do cadeado: para ser significativo, este ícone deve aparecer na interface real do navegador e não dentro do conteúdo da própria página.
3. Marcas de confiança: pistas visuais simples sob a forma de logotipos populares podem mostrar que um Web site é autenticado e seguro e que a empresa é respeitável.
4. Verifique o endereço Web: suspeite de qualquer site com um domínio desconhecido e que contenha o nome de um site conhecido na última parte do seu endereço Web.
5. Barra de endereços verde: isso significa que este site sofreu uma autenticação de identidade ampla, de modo que você pode ter certeza que é o site que afirma ser.

Página principal do Clipping   Escreva um Comentário   Enviar Notícia por e-mail a um Amigo
Notícia lida 162 vezes




Comentários


Nenhum comentário até o momento

Seja o primeiro a escrever um Comentário


O artigo aqui reproduzido é de exclusiva responsabilidade do relativo autor e/ou do órgão de imprensa que o publicou (indicados na topo da página) e que detém todos os direitos. Os comentários publicados são de exclusiva responsabilidade dos respectivos autores. O site "Monitor das Fraudes" e seus administradores, autores e demais colaboradores, não avalizam as informações contidas neste artigo e/ou nos comentários publicados, nem se responsabilizam por elas.


Patrocínios




NSC / LSI
Copyright © 1999-2016 - Todos os direitos reservados. Eventos | Humor | Mapa do Site | Contatos | Aviso Legal | Principal