Monitor das Fraudes - O primeiro site lusófono sobre combate a fraudes, lavagem de dinheiro e corrupção
Monitor das Fraudes

>> Visite o resto do site e leia nossas matérias <<

CLIPPING DE NOTÍCIAS


Acompanhe nosso Twitter

10/07/2010 - Diário de São Paulo Escrever Comentário Enviar Notícia por e-mail Feed RSS

EUA acusam Universal de fraude

Tesoureira da Igreja em Nova York é indiciada por forjar documentos para levantar empréstimo de US$ 22,1 milhões.

A Promotoria de Justiça de Manhattan, nos Estados Unidos, acusou a tesoureira da Igreja Universal do Reino de Deus em Nova York, Regina da Silva, de fraudar documentos e prestar falsas declarações para obter empréstimos de US$ 22,1 milhões (o equivalente a cerca de R$ 40 milhões) em nome da Igreja fundada por Edir Macedo nos Estados Unidos, segundo informa a Agência O Globo.

O promotor Cyrus Vance divulgou ontem que indiciou, na véspera, Regina da Silva, de 41 anos, por quatro crimes: roubo qualificado, falsificação de documentos, juramento falso e esquema fraudulento. Se condenada, as penas variam de 25 anos a 4 anos de prisão.

De acordo com os documentos apresentados à Justiça norte-americana, os supostos crimes ocorreram entre março de 2006 e outubro de 2008, quando Regina alegou ter realizado encontros com os fiéis para aprovar pedidos de hipotecas bancárias para levantar os empréstimos, onze no total, somando os US$ 22,1 milhões. Regina reuniu os documentos que, segundo a Promotoria, são falsos, afirmando ter feito as reuniões nas igrejas do Brooklyn e do Queens, em Nova York.

Porém, segundo o promotor Vance, esses encontros jamais aconteceram: “Fraude é sempre errado, mas é especialmente notável quando os criminosos abusam de organizações religiosas, tribunais e órgãos públicos em seus esquemas”, disse o promotor Vance, em documento enviado à imprensa.

“A ré não apenas enganou os fiéis, mas também prejudicou a integridade do nosso sistema judicial mediante a apresentação de falsas declarações e petições diante da corte dos Estado de Nova York”, completou o promotor Cyrus Vance.

A Agência Globo informou que tentou falar com a assessora jurídica da Igreja Universal em São Paulo, a advogada Adriana Guerra, mas ela não foi localizada. Em razão do feriado estadual, a assessoria de imprensa da Universal não trabalhou ontem.

Página principal do Clipping   Escreva um Comentário   Enviar Notícia por e-mail a um Amigo
Notícia lida 183 vezes




Comentários


Nenhum comentário até o momento

Seja o primeiro a escrever um Comentário


O artigo aqui reproduzido é de exclusiva responsabilidade do relativo autor e/ou do órgão de imprensa que o publicou (indicados na topo da página) e que detém todos os direitos. Os comentários publicados são de exclusiva responsabilidade dos respectivos autores. O site "Monitor das Fraudes" e seus administradores, autores e demais colaboradores, não avalizam as informações contidas neste artigo e/ou nos comentários publicados, nem se responsabilizam por elas.


Patrocínios




NSC / LSI
Copyright © 1999-2016 - Todos os direitos reservados. Eventos | Humor | Mapa do Site | Contatos | Aviso Legal | Principal