Monitor das Fraudes - O primeiro site lusófono sobre combate a fraudes, lavagem de dinheiro e corrupção
Monitor das Fraudes

>> Visite o resto do site e leia nossas matérias <<

CLIPPING DE NOTÍCIAS


Acompanhe nosso Twitter

09/07/2010 - EPTV.com Escrever Comentário Enviar Notícia por e-mail Feed RSS

Golpista usava rede de relacionamentos na internet para roubar mulheres

Ele se aproximava de mulheres, ganhava a confiança delas e depois as roubava.

Foi preso um golpista que procurava as vítimas em páginas de relacionamento na internet. Com um bom papo, se aproximava de mulheres, ganhava a confiança delas e depois as roubava. Este criminoso foi preso, mas casos como este são cada vez mais comuns.

Foi em uma página de relacionamentos na internet que uma profissional liberal, de 32 anos, passou a namorar Douglas Coelho de Oliveira. Ele dizia que era fiscal da Receita Federal e tradutor. Depois, contou que tinha problemas em um banco e pediu para utilizar a conta da namorada.

“Ele apareceu com um cheque de R$ 20 mil, cheque quente, verdadeiro. Pediu a conta da moça para utilizar, para fazer o depósito. O cheque foi depositado e compensado. Na sequência, ele pediu o cartão bancário dela para poder movimentar esse valor”, conta o delegado do DEIC-SP Jan Plzak.

O estelionatário gastou todo o dinheiro que havia depositado e mais R$ 20 mil da vítima. Viajou com ela para praias do Nordeste e a convenceu a pagar cirurgias plásticas para melhorar a aparência dele. A mulher ainda comprou um carro de luxo - financiado - e o entregou para o namorado golpista circular pelas ruas de São Paulo.

Com as despesas só aumentando, a família da profissional liberal ficou desconfiada e ela procurou a polícia. Lá descobriu que há várias páginas informando que Douglas usa o nome de Maurício para aplicar golpes em mulheres à procura de namorado.

Segundo a polícia, apesar do fim do relacionamento, Douglas ainda tentou tirar dinheiro da namorada e foi preso por extorsão. Outras três mulheres telefonaram para contar que também foram vítimas do estelionatário.

“Esses criminosos sabem explorar bem as necessidades das pessoas. Conseguem detectar qual que é a fragilidade delas e eles passam a agir da maneira que a pessoa gostaria que um namorado, uma pessoa perfeita se comportasse”, diz o delegado.

O delegado alerta para detalhes que ajudam a identificar esse tipo de criminoso: “Logo que começou o relacionamento, pedir conta, pedir dinheiro, pedir presentes, eu acho que a pessoa já deve estar mal intencionada”.

De acordo com advogada Vivian Pratt, especialista em direito digital, pessoas em busca de relacionamentos pela internet devem ter cuidado para não revelar informações que chamem a atenção de golpistas.

“O usuário permite que todo mundo veja fotos, informações pessoais. Participa de alguns fóruns ‘fui traída’. Lá aparece a data. Algum interesseiro vê que essa pessoa está carente, aproveita deste sentimento e acaba por se aproveitar e aplicar golpes virtuais que poderiam acontecer também no mundo real”, aponta a advogada Vivian Pratt.

Não são apenas mulheres que caem nesse tipo de golpe. Há casos semelhantes de homens vítimas de mulheres que praticam o mesmo tipo de crime.

Página principal do Clipping   Escreva um Comentário   Enviar Notícia por e-mail a um Amigo
Notícia lida 256 vezes




Comentários


Nenhum comentário até o momento

Seja o primeiro a escrever um Comentário


O artigo aqui reproduzido é de exclusiva responsabilidade do relativo autor e/ou do órgão de imprensa que o publicou (indicados na topo da página) e que detém todos os direitos. Os comentários publicados são de exclusiva responsabilidade dos respectivos autores. O site "Monitor das Fraudes" e seus administradores, autores e demais colaboradores, não avalizam as informações contidas neste artigo e/ou nos comentários publicados, nem se responsabilizam por elas.


Patrocínios




NSC / LSI
Copyright © 1999-2016 - Todos os direitos reservados. Eventos | Humor | Mapa do Site | Contatos | Aviso Legal | Principal