Monitor das Fraudes - O primeiro site lusófono sobre combate a fraudes, lavagem de dinheiro e corrupção
Monitor das Fraudes

>> Visite o resto do site e leia nossas matérias <<

CLIPPING DE NOTÍCIAS


Acompanhe nosso Twitter

09/07/2010 - Diário do Nordeste Escrever Comentário Enviar Notícia por e-mail Feed RSS

Golpe atinge turistas


Você já imaginou fazer uma reserva de um apartamento para passar as férias com a família e, ao chegar à cidade, descobrir que o imóvel que você esperava desfrutar nos seus dias de folga nem sequer existe, e que a pessoa a quem você pagou pelo aluguel é um golpista? Esse drama está sendo vivido por, pelo menos, 13 famílias e grupos de amigos que fizeram reserva pela Internet e, ao chegar em Fortaleza, descobriram que foram enganados por um homem, que está sendo procurado desde o início do ano pela Delegacia de Proteção ao Turista (Deprotur).

De acordo com delegada Adriana Arruda, titular da Deprotur, a investigação teve início desde janeiro desde ano, quando 11 famílias procuraram a delegacia e afirmaram terem caído nesse golpe. Segundo a delegada, o acusado utiliza sites para divulgar na Internet apartamentos para serem alugados para temporada de férias em Fortaleza. O problema, segundo a Polícia, é que, na maioria das vezes, os imóveis só existem no mundo virtual. "Nos anúncios fraudulentos, os imóveis colocados para locação estão com preços bem abaixo da cotação do mercado. Utilizando o argumento do preço baixo, o golpista convence as vítimas a depositar em sua conta, pelo menos a metade do valor a ser pago pelo aluguel", revelou.

Na última quarta-feira (7), uma família formada por oito pessoas, oriundas de Brasília e um grupo de amigos de Salvador compareceram a Deprotur e relataram seus dramas. Sem saber, os dois grupos haviam alugado para a atual temporada de férias em Fortaleza, o mesmo apartamento no Meireles, na mesma data. Ao chegarem ao local indicado no site, descobriram que o imóvel não existia.

Segundo Adriana, medidas legais já foram tomadas para chegar ao paradeiro do acusado, que se apresenta com três nomes falsos: Geraldo, Raymundo e Ronaldo. "Entramos em contato com a Polícia do Pará, pois soubemos que ele pode estar naquele Estado", disse.

Página principal do Clipping   Escreva um Comentário   Enviar Notícia por e-mail a um Amigo
Notícia lida 170 vezes




Comentários


Nenhum comentário até o momento

Seja o primeiro a escrever um Comentário


O artigo aqui reproduzido é de exclusiva responsabilidade do relativo autor e/ou do órgão de imprensa que o publicou (indicados na topo da página) e que detém todos os direitos. Os comentários publicados são de exclusiva responsabilidade dos respectivos autores. O site "Monitor das Fraudes" e seus administradores, autores e demais colaboradores, não avalizam as informações contidas neste artigo e/ou nos comentários publicados, nem se responsabilizam por elas.


Patrocínios




NSC / LSI
Copyright © 1999-2016 - Todos os direitos reservados. Eventos | Humor | Mapa do Site | Contatos | Aviso Legal | Principal