Monitor das Fraudes - O primeiro site lusófono sobre combate a fraudes, lavagem de dinheiro e corrupção
Monitor das Fraudes

>> Visite o resto do site e leia nossas matérias <<

CLIPPING DE NOTÍCIAS


Acompanhe nosso Twitter

07/07/2010 - Diário de Pernambuco Escrever Comentário Enviar Notícia por e-mail Feed RSS

Homem preso aplicando golpe da falsa doação

Por: Adaíra Sene

Jerônimo Manoel da Silva, 33 anos, foi detido pela Polícia Federal, em Bezerros, acusado de se apossar de dinheiro.

Em meio ao cenário desolador instaurado em 67 municípios pernambucanos por conta das enchentes de junho, um absurdo causou indignação na Polícia Federal (PF) e no Gabinete de Crise do estado. Um agricultor foi preso em flagrante, no Agreste, sob acusação de estelionato. Jerônimo Manoel da Silva, 33, estava utilizando a própria conta poupança para arrecadar dinheiro destinado às vítimas da tragédia. De acordo com as investigações feitas pela PF, o golpe vinha sendo aplicado logo após o início das inundações, em 18 de junho, e o acusado ganhava 10% de cada quantia depositada. Ainda não se sabe quanto ele conseguiu arrecadar e nem se realmente atuava sozinho, ficando com todas as doações. Outras pessoas também estão sendo investigadas. Jerônimo Manoel foi detido na última segunda-feira no momento que tentava fazer um saque na agência da Caixa Econômica Federal, em Bezerros. Na conta havia R$ 4 mil.

A polícia começou a investigá-lo após receber denúncias anônimas de que Jerônimo estava usando a poupança que lhe pertencia para receber quantias que deveriam ser encaminhadas paras as vítimas das chuvas.A audácia do suspeito estava presente até mesmo n a estratégia de convencimento para as doações. Ligações em nome de um suposto assessor de um prefeito do município pediam depósitos em dinheiro, alegando que as pessoas estavam doando muita comida, mas era preciso comprar colchões para os desabrigados. Pessoas físicas e jurídicas caíram no golpe.A Polícia Federal ainda não sabe quanto Jerônimo conseguiu arrecadar, mas dentre os vários depósitos realizados foi identificado o de uma empresa no valor de R$ 2 mil.A Polícia Federal não quis revelar o nome do político que já teve sua idoneidade comprovada. Assim que a fraude foi constatada, a conta foi bloqueada e a polícia ficou de campana aguardando o titular realizar o desbloqueio e a retirada do dinheiro. Segundo os policiais, Jerônimo não resistiu à prisão, mas negou as acusações e disse desconhecer a origem dos depósitos. "Ele nãocolaborou com nada. Disse que não sabia que a conta era no nome dele e nem soube explicar a origem do dinheiro. Nossas investigações indicam que ele recebia 10% de cada quantia depositada. Apesar dele ter sido o único detido, outras três pessoas do Agreste também estão sendo investigadas", informou o assessor de Comunicação da Polícia Federal, Giovani Santoro. Após a prisão, Jerônimo Manoel da Silva foi encaminhado para a Penitenciária Juiz Plácido de Souza, em Caruaru, onde ficará à disposição da PF. O homem não tinha antecedentes criminais.

Solidariedade - Apesar do golpe descoberto, a importância da doação para as vítimas das enchentes é indiscutível. Dos 67 municípios afetados, 27 estão em situação de emergência e 12 em estado de calamidade pública. A maioria das vítimas perdeu tudo o que tinha. Na hora do recomeço é essencial a solidariedade. No entanto, antes de entregar os donativos, as pessoas devem atentar para a idoneidade e procedência dos órgãos que estão realizando a campanha. Ocorrências isoladas, como a de Jerônimo Manoel não devem impedir o pernambucano de continuar ajudando as vítimas. Muito ainda precisa ser feito para a reconstrução dos municípios atingidos.

Assim como no vizinho estado de Alagoas, a prioridade dos donativos mudou em Pernambuco. Roupas e alimentos ficaram em segundo plano devido à ausência de locais para estocar. Segundo o coordenador geral da Codecipe, tenente-coronel Ivan Ramos, as necessidades agora são outras. "Queremos solicitar que a população diminua a doação de roupas e alimentos porque estamos com outras prioridades. Roupas íntimas, fraldas descartáveis para bebês e idosos são artigos de muita necessidade", disse. Devido ao golpe de Caruaru, o tenente-coronel faz o alerta. "O povo pernambucano é solidário. As campanhas têm uma avaliação muito positiva. Mas as pessoas têm que procurar sempre os pontos confiáveis para continuar ajudando", disse.

Doação segura

Antes de doar qualquer quantia em dinheiro, procure se informar sobre a idoneidade e procedência das pessoas ou do órgão que está realizando a campanha

Procure pontos de arrecadação oficiais

Caso queira doar em dinheiro, procure as contas oficiais criadas em prol das vítimas
A doação é de extrema importância e fatos isolados como este não devem impedir que o pernambucano continue ajudando as vítimas das chuvas

Contas Bancárias Oficiais:

Ação da Cidadania:

Banco do Brasil
Agência: 3234-4
Conta corrente: 5633-2

Conta SOS Pernambuco:

Caixa Econômica Federal
Agência: 1294
Conta corrente: 2010-0
Operação 006

O Banco do Brasil também abriu uma conta específica para receber doações para os atingidos pelas enchentes em Pernambuco.

Agência: 1836-8
Conta corrente: 100000-4

Organização não-Governamental Tribunal Solidário, formada por servidores do Tribunal Contas do Estado:

Banco Real
Agência: 1016
Conta corrente: 6.023.0762

Pontos deArrecadação Oficiais:l Quartel do Comando Geral, Derby

l Quartéis do Corpo de Bombeiro e da Polícia Militar espalhados pelos bairros

Sede da Guarda Municipal, em Santo Amaro
Instituto de Assistência Social e Cidadania do Recife. Rua Imperial, bairro de São José
Secretaria de Assistência Social, no Sítio da Trindade, no Pátio de São Pedro
Praça do Arsenal, no bairro do Recife Antigo
Os Diários Associados também fazem parte dessa campanha. O prédio-sede do Diario de Pernambuco (Rua do Veiga, 600, Santo Amaro), bem como as lojas Classilíder espalhadas em Recife e Olinda também estão recebendo doações da campanha SOS Pernambuco.

Como ser um voluntário?

O cadastro para a Operação Reconstrução é feito no site www.sigas.pe.gov.br.
O interessado também pode ligar para a Gerência de Proteção Social Especial, nos telefones: (81) 3183.3047/3183.3048, de segunda a sexta-feira, das 8h às 17h.

Página principal do Clipping   Escreva um Comentário   Enviar Notícia por e-mail a um Amigo
Notícia lida 295 vezes




Comentários


Nenhum comentário até o momento

Seja o primeiro a escrever um Comentário


O artigo aqui reproduzido é de exclusiva responsabilidade do relativo autor e/ou do órgão de imprensa que o publicou (indicados na topo da página) e que detém todos os direitos. Os comentários publicados são de exclusiva responsabilidade dos respectivos autores. O site "Monitor das Fraudes" e seus administradores, autores e demais colaboradores, não avalizam as informações contidas neste artigo e/ou nos comentários publicados, nem se responsabilizam por elas.


Patrocínios




NSC / LSI
Copyright © 1999-2016 - Todos os direitos reservados. Eventos | Humor | Mapa do Site | Contatos | Aviso Legal | Principal