Monitor das Fraudes - O primeiro site lusófono sobre combate a fraudes, lavagem de dinheiro e corrupção
Monitor das Fraudes

>> Visite o resto do site e leia nossas matérias <<

CLIPPING DE NOTÍCIAS


Acompanhe nosso Twitter

03/07/2010 - O Diário de Mogi Escrever Comentário Enviar Notícia por e-mail Feed RSS

Polícia Civil investiga e apura o golpe da pintura


O pintor Azarias Gomes da Silva, de 33 anos, é acusado do crime de estelionato, sendo que lesou o comerciante Paulo Guimarães, dono do estacionamento Pare Bem localizado na Avenida Voluntário Fernando Pinheiro Franco, 114, no Centro de Mogi das Cruzes. Segundo a Polícia, o suspeito aplicou o "conto da pintura", obtendo R$ 624,00. Para facilitar a sua ação ele se apresenta como filho do pastor conhecido como Paulo.

O golpe foi esclarecido pelo agente Laudemiro Ribeiro, coordenado pelo delegado Ricardo Glória, do 1º Distrito Policial, no Parque Monte Líbano.

"Pelo nome do acusado consegui fazer levantamento junto aos computadores da Polícia Civil e obtive toda a sua qualificação e até o endereço da casa onde ele mora, no Conjunto Primavera", disse Laudemiro. E acrescentou que "Azarias diz ser filho de um pastor para ganhar maior credibilidade e convencer as vítimas lhe dar dinheiro adiantado pelo serviço".

Ainda de acordo com o policial, "eu conversei com Azarias por telefone e ele disse que iria retornar ao estacionamento para fazer a devolução do dinheiro ou pintar".

O suspeito não voltou, o que levou o comerciante a comparecer à Delegacia na companhia de Laudemiro Ribeiro, condutor da ocorrência, e formalizar queixa por Estelionato, pois Azarias Gomes obteve vantagem ilícita, em prejuízo alheio. Ele está sujeito a uma pena, que varia de um a cinco anos de reclusão, além de multa, de acordo com Código Penal.

O acusado Azarias Gomes, conforme apurou Laudemiro, já se envolveu em dois crimes de estelionato e apropriação indébita em Mogi das Cruzes.

O caso foi comunicado ao delegado Boanerges Braz de Mello, assistente do 1º DP, que mandou abrir inquérito, visando apurar o crime. Na manhã de quarta-feira, o comerciante Paulo Guimarães foi ouvido na Delegacia e confirmou a sua denúncia.

Página principal do Clipping   Escreva um Comentário   Enviar Notícia por e-mail a um Amigo
Notícia lida 1031 vezes




Comentários


Nenhum comentário até o momento

Seja o primeiro a escrever um Comentário


O artigo aqui reproduzido é de exclusiva responsabilidade do relativo autor e/ou do órgão de imprensa que o publicou (indicados na topo da página) e que detém todos os direitos. Os comentários publicados são de exclusiva responsabilidade dos respectivos autores. O site "Monitor das Fraudes" e seus administradores, autores e demais colaboradores, não avalizam as informações contidas neste artigo e/ou nos comentários publicados, nem se responsabilizam por elas.


Patrocínios




NSC / LSI
Copyright © 1999-2016 - Todos os direitos reservados. Eventos | Humor | Mapa do Site | Contatos | Aviso Legal | Principal