Monitor das Fraudes - O primeiro site lusófono sobre combate a fraudes, lavagem de dinheiro e corrupção
Monitor das Fraudes

>> Visite o resto do site e leia nossas matérias <<

CLIPPING DE NOTÍCIAS


ÚLTIMOS TREINAMENTOS DE 2017 SOBRE FRAUDES e DOCUMENTOSCOPIA

Veja aqui a programação dos últimos treinamentos sobre Falsificações e Fraudes Documentais (16/11) e sobre Prevenção e Combate a Fraudes em Empresas (30/11).

Acompanhe nosso Twitter

01/07/2010 - Techlider Escrever Comentário Enviar Notícia por e-mail Feed RSS

Comércio eletrônico: Fraudes superam 500 milhões no Brasil

Por: Marisa Viana


A consolidação do comércio eletrônico no mundo está ameaçada. Tudo por conta dos sucessivos prejuízos causados pelas fraudes cometidas no ambiente virtual, como mostrou um estudo recente divulgado pela empresa CyberSource, especializada em soluções de segurança. De acordo com o levantamento, o valor dos golpes em transações online gira em torno de US$ 10 bilhões ao ano, sendo que no mercado brasileiro o total supera US$ 500 milhões.

Esse resultado reforça a necessidade de haver uma conscientização maior por parte dos brasileiros na hora de realizar uma compra online. Para isso, é fundamental que o consumidor saiba identificar se um site é realmente verdadeiro, evitando assim dores de cabeça no futuro. A seguir, 10 dicas essenciais para o consumidor não cair nos golpes.

1. Tenha a certeza de que o site que você está é aquele que você digitou na barra de endereços do navegador, não clique em links.

2. Leia a política de privacidade, entrega e troca e devolução. Veja se você concorda com elas; se não concordar, não navegue no site.

3. Verifique antes de comprar se o site oferece dados de contato legítimos, entre eles CNPJ, telefone e e-mail corporativo (por exemplo, se a empresa chama-se XYZ, eles têm que fornecer um e-mail [email protected] e não [email protected], hotmail, etc). Caso a empresa não forneça o CNPJ e o domínio do site seja dominio.com.br é possível obter informações através do www.registro.br

4. Faça pesquisas sobre o site e procure identificar pessoas que já compraram e estão dispostas a ajudar. Lembre-se: É muito fácil criar um e-mail falso e dizer que já comprou ou usou disso para qualificar a loja.

5. Pesquise no site da Receita Federal (www.receita.fazenda.gov.br) o CNPJ da empresa conferindo razão social, endereço, atividade da empresa, validade do CNPJ (situação cadastral) e data de abertura (data de abertura recente não significa que a empresa foi criada para fraudar, mas datas de aberturas próximas a datas especiais como fim de ano, por exemplo, devem chamar sua atenção).

6. Verifique os meios de pagamento disponíveis no site. Sites sérios geralmente apresentam transações com cartão de crédito (VISA, MASTER e OUTRAS) além de boleto eletrônico e transferência eletrônica.

7. Ao efetuar a compra, antes de digitar seus dados pessoais e de pagamento tenha a certeza de que a área que você está é restrita e segura. Isso é possível identificando a barra de endereços do navegador utilizado que muda de “http://” para “HTTPS://. Isso aparecendo observe no lado direito inferior da tela a imagem de um cadeado de segurança, clique sobre ele duas vezes e será aberta uma tela, onde você deve conferir o nome da empresa (que deve ser o mesmo do website) e a validade do certificado (deve ser válido). Lembrem-se, certificados de segurança não garantem que o site é seguro, mas sim que o site é autêntico.

8. Desconfie de empresas que oferecem atendimento exclusivamente por MSN e outros e que oferecem preços “milagrosos”.

9. Identifique se existem selos na página com descrições do tipo “site seguro”, “internet segura” e outros. Esses selos são muito fáceis de serem clonados. Uma forma fácil de saber se é um selo clonado é clicar sobre ele. Se nenhuma janela de validação aparecer, o selo pode ser clonado. Caso apareça a janela de validação, confirme as informações indo até o site que gerencia esse selo e verificando mais itens.

10. Esclareça todas as suas dúvidas diretamente com serviço de atendimento ao consumidor da empresa.

Página principal do Clipping   Escreva um Comentário   Enviar Notícia por e-mail a um Amigo
Notícia lida 211 vezes




Comentários


Nenhum comentário até o momento

Seja o primeiro a escrever um Comentário


O artigo aqui reproduzido é de exclusiva responsabilidade do relativo autor e/ou do órgão de imprensa que o publicou (indicados na topo da página) e que detém todos os direitos. Os comentários publicados são de exclusiva responsabilidade dos respectivos autores. O site "Monitor das Fraudes" e seus administradores, autores e demais colaboradores, não avalizam as informações contidas neste artigo e/ou nos comentários publicados, nem se responsabilizam por elas.


Patrocínios




NSC / LSI
Copyright © 1999-2017 - Todos os direitos reservados. Eventos | Humor | Mapa do Site | Contatos | Aviso Legal | Principal