Monitor das Fraudes - O primeiro site lusófono sobre combate a fraudes, lavagem de dinheiro e corrupção
Monitor das Fraudes

>> Visite o resto do site e leia nossas matérias <<

CLIPPING DE NOTÍCIAS


Acompanhe nosso Twitter

01/07/2010 - Zero Hora Escrever Comentário Enviar Notícia por e-mail Feed RSS

PF aponta fraude no Sine de Canoas

Por: Flávio Ilha

Quatro pessoas são indiciadas pela Polícia Federal, e 37 são investigadas por superfaturamento do benefício pago pelo governo.

A Polícia Federal (PF) indiciou ontem quatro pessoas suspeitas de envolvimento em fraudes na concessão do seguro-desemprego nas cidades de Canoas, Esteio e Sapucaia do Sul. Supostamente comandado a partir de uma ONG em Canoas, o esquema superfaturaria o salário de trabalhadores demitidos para aumentar o benefício pago pelo governo federal.

Batizada de Operação Staff, a investigação foi desencadeada a partir da queixa de uma testemunha que procurou a agência do Sistema Nacional de Emprego (Sine) de Canoas para solicitar o seguro. A funcionária que a atendeu, indiciada pela PF, teria pedido dinheiro para encaminhar o pedido.

A PF não informou o nome das pessoas indiciadas, mas disse que vai abrir outros 37 inquéritos para investigar os supostos beneficiários do esquema. Segundo o delegado Thiago Delabary, que comandou as investigações, a principal suspeita cobraria entre R$ 200 e R$ 400 por beneficiário para aumentar os rendimentos do seguro-desemprego. Zero Hora apurou que se trata de Samantha Silva da Silveira. De posse de uma senha do sistema, ela é suspeita, segundo a PF, de adulterar os dados e aumentar as parcelas do benefício. O valor pago a mais seria dividido entre o cliente e a suspeita.

A PF não estimou o valor desviado pela funcionária, que prestava serviços ao Sine por meio de uma empresa terceirizada. A companhia fornece mão de obra à Fundação Gaúcha de Trabalho e Ação Social (FGTAS) desde agosto de 2009.

Em cinco meses de monitoramento, incluindo escutas telefônicas, a funcionária investigada deu entrada em 1,7 mil pedidos de seguro-desemprego, mas nem todos, entretanto, teriam sido fraudados, segundo a PF.

A investigação, porém, indica que se tratava de uma prática frequente: em apenas quatro dias do período de monitoramento, foram 80 inserções supostamente irregulares. O método seria sempre o mesmo: ou a suspeita abordava desempregados que procuravam o Sine e sugeria a adulteração ou então recebia pedidos de pessoas que já conheciam o esquema.

– Ela tinha uma rede de clientes, mas não estamos trabalhando, por ora, com a hipótese de que houvesse uma quadrilha. Como o sistema parece ser bastante frágil, a ação fraudulenta se tornou atraente – avaliou o delegado responsável pelo caso.

Foram apreendidos agendas, computador e pen drive

A PF identificou ações semelhantes à fraude em Esteio e Sapucaia do Sul. Além disso, também investigou ocorrências em Porto Alegre. Um mandado de busca e apreensão realizado no dia 28 de maio, na sede da ONG Núcleo Assistencial Criança Feliz Moura (Nacrifem), apreendeu um computador, um pen drive e três agendas da suspeita, com nomes e valores.

O computador era o mesmo utilizado nas atividades administrativas da ONG, que continua funcionando. A mãe de Samantha, Dione Moura, que coordena as atividades da ONG, também foi indiciada pela PF.

Página principal do Clipping   Escreva um Comentário   Enviar Notícia por e-mail a um Amigo
Notícia lida 608 vezes




Comentários


Nenhum comentário até o momento

Seja o primeiro a escrever um Comentário


O artigo aqui reproduzido é de exclusiva responsabilidade do relativo autor e/ou do órgão de imprensa que o publicou (indicados na topo da página) e que detém todos os direitos. Os comentários publicados são de exclusiva responsabilidade dos respectivos autores. O site "Monitor das Fraudes" e seus administradores, autores e demais colaboradores, não avalizam as informações contidas neste artigo e/ou nos comentários publicados, nem se responsabilizam por elas.


Patrocínios




NSC / LSI
Copyright © 1999-2016 - Todos os direitos reservados. Eventos | Humor | Mapa do Site | Contatos | Aviso Legal | Principal