Monitor das Fraudes - O primeiro site lusófono sobre combate a fraudes, lavagem de dinheiro e corrupção
Monitor das Fraudes

>> Visite o resto do site e leia nossas matérias <<

CLIPPING DE NOTÍCIAS


Acompanhe nosso Twitter

29/06/2010 - odiario.com / Agência Estado Escrever Comentário Enviar Notícia por e-mail Feed RSS

Combate à lavagem de dinheiro é prioridade

Por: Vannildo Mendes


Com a missão de reestruturar a área de combate à lavagem de dinheiro, desmantelada há quase dois anos, o advogado Pedro Abramovay assumirá, na próxima semana, a Secretaria Nacional de Justiça, em substituição ao delegado Romeu Tuma Júnior, demitido em 15 de junho por suspeita de envolvimento com um dos chefes da máfia chinesa em São Paulo.

Convidado pelo ministro da Justiça, Luiz Paulo Barreto, ele informou, pela assessoria, que retorna neste fim de semana da França para assumir o cargo. Com isso, desistirá do posto de executivo do Escritório da ONU para o Combate ao Crime e Drogas, para o qual se preparava para assumir por indicação do governo brasileiro.

Barreto deu carta branca a Abramovay para promover a reestruturação da secretaria, braço direito da atuação da Pasta e solucionar a acefalia do Departamento Nacional de Recuperação de Ativos e Cooperação Jurídica Internacional (DRCI).

Estratégico no combate à lavagem de dinheiro, o órgão está com o comando fragilizado desde 2008, pouco depois que Tuma assumiu o cargo. Caberá ao novo secretário dar solução também para o Conselho Nacional de Combate à Pirataria, que vinha sendo comandado cumulativamente por Tuma e deixou o governo depois de uma série de reportagens de "O Estado de S.Paulo".

Abramovay, que hoje tem 29 anos, foi levado para o governo pelo ex-ministro Márcio Thomaz Bastos desde o primeiro mandato do presidente Luiz Inácio Lula da Silva e ocupou funções relevantes na Pasta.

À frente da Secretaria de Assuntos Legislativos até abril, ele participou da elaboração da reforma de legislação penal e civil brasileira. É reconhecido no Congresso, inclusive pela oposição, por sua inteligência e capacidade de articulação.

Subordinado ao secretário nacional de Justiça, o DRCI é órgão técnico de estado responsável por fazer a ponte com outros países nas investigações do Judiciário e do Ministério Público sobre lavagem de dinheiro, crimes contra o sistema financeiro nacional e repatriação de ativos.

Página principal do Clipping   Escreva um Comentário   Enviar Notícia por e-mail a um Amigo
Notícia lida 250 vezes




Comentários


Nenhum comentário até o momento

Seja o primeiro a escrever um Comentário


O artigo aqui reproduzido é de exclusiva responsabilidade do relativo autor e/ou do órgão de imprensa que o publicou (indicados na topo da página) e que detém todos os direitos. Os comentários publicados são de exclusiva responsabilidade dos respectivos autores. O site "Monitor das Fraudes" e seus administradores, autores e demais colaboradores, não avalizam as informações contidas neste artigo e/ou nos comentários publicados, nem se responsabilizam por elas.


Patrocínios




NSC / LSI
Copyright © 1999-2016 - Todos os direitos reservados. Eventos | Humor | Mapa do Site | Contatos | Aviso Legal | Principal