Monitor das Fraudes - O primeiro site lusófono sobre combate a fraudes, lavagem de dinheiro e corrupção
Monitor das Fraudes

>> Visite o resto do site e leia nossas matérias <<

CLIPPING DE NOTÍCIAS



Promoção BLACK WEEK. Até o dia 02/12 valor promocional para o Treinamento sobre Fraudes Crédito e Comércio ! CLIQUE AQUI.


Acompanhe nosso Twitter

24/06/2010 - Extra Online Escrever Comentário Enviar Notícia por e-mail Feed RSS

Policiais prendem estelionatário procurado há 4 anos


Um estelionatário procurado pela polícia desde 2006 foi preso na noite desta quarta-feira, por policiais da 5ª DP (Mem de Sá). Ele vendeu a mesma autonomia de táxi para pelo menos três pessoas, lucrando 90 mil reais com o golpe. A autonomia era do tipo "Diária nunca mais", que é intransmissível, ou seja, não pode ser comercializada. Os agentes receberam a denuncia de uma vítima e descobriram que mais duas pessoas já haviam registrado queixa contra o nome: Luiz Carlos Alves de Souza, de 42 anos.

Por meio da internet, eles descobriram que o acusado iria se apresentar em uma audiência trabalhista. Os policiais se dirigiram ao local com uma das vítimas e o prenderam. Luiz Carlos ainda responde na Justiça por outros quatro processos, a maioria por estelionato.

Página principal do Clipping   Escreva um Comentário   Enviar Notícia por e-mail a um Amigo
Notícia lida 206 vezes




Comentários


Nenhum comentário até o momento

Seja o primeiro a escrever um Comentário


O artigo aqui reproduzido é de exclusiva responsabilidade do relativo autor e/ou do órgão de imprensa que o publicou (indicados na topo da página) e que detém todos os direitos. Os comentários publicados são de exclusiva responsabilidade dos respectivos autores. O site "Monitor das Fraudes" e seus administradores, autores e demais colaboradores, não avalizam as informações contidas neste artigo e/ou nos comentários publicados, nem se responsabilizam por elas.


Patrocínios




NSC / LSI
Copyright © 1999-2016 - Todos os direitos reservados. Eventos | Humor | Mapa do Site | Contatos | Aviso Legal | Principal