Monitor das Fraudes - O primeiro site lusófono sobre combate a fraudes, lavagem de dinheiro e corrupção
Monitor das Fraudes

>> Visite o resto do site e leia nossas matérias <<

CLIPPING DE NOTÍCIAS


Acompanhe nosso Twitter

19/06/2010 - O Estado de São Paulo / Ag. Estado Escrever Comentário Enviar Notícia por e-mail Feed RSS

Triangulação tem origem em Taiwan e Malásia


Taiwan e Malásia são modestos produtores mundiais de calçados que não se encontram nem entre os 15 maiores. Por isso, a explosão de importações de calçados dos dois países pelo Brasil chama a atenção dos produtores brasileiros, que suspeitam que os produtos sejam provenientes da China.

"Eles não têm uma produção que possa justificar tamanho crescimento de suas exportações para o Brasil", afirma o presidente da Associação Brasileira das Indústrias de Calçados (Abicalçados), Milton Cardoso.

Os dez maiores produtores mundiais de calçados são China, Índia, Brasil, Vietnã, Indonésia, Tailândia, México, Paquistão, Itália e Irã.

Além da triangulação nas exportações, a entidade afirma que os calçados chineses estão entrando no Brasil sem pagar a sobretaxa por meio do desembarque apenas das peças e das partes utilizadas na fabricação do produto. Entre eles estão sola, palmilha e cabedal.

"Verificamos uma aceleração este ano do crescimento da quantidade importada de partes e peças importadas, superior a dos sapatos acabados", afirma Cardoso. O custo da montagem do sapato representa cerca de 5% do valor do produto, o que facilita a importação das peças e das partes, a custos mais baixos.

Empregos. Enquanto os calçados chineses acabados registraram uma retração de 60% nas importações ao longo dos cinco primeiros meses deste ano em relação a igual período de 2009, totalizando 5,949 milhões de pares, as compras externas de partes de calçados da China cresceram 713,6%, segundo a Abicalçados. Já as importações de cabedais chineses (parte de cima do calçado) avançaram 2.024% nos cinco primeiros meses deste ano.

Cardoso diz acreditar que as fraudes e as sonegações de impostos resultantes da possível triangulação das importações de calçados chineses para o Brasil deverão comprometer a recuperação do emprego do setor.

Segundo a Abicalçados, aproximadamente 42 mil postos de trabalho no Brasil foram fechados durante o quarto trimestre de 2008, em razão dos efeitos da crise financeira internacional. "Após a implementação da medida antidumping, recuperamos as vagas perdidas e ainda ampliamos os postos de trabalho do setor", afirma.

Página principal do Clipping   Escreva um Comentário   Enviar Notícia por e-mail a um Amigo
Notícia lida 171 vezes




Comentários


Nenhum comentário até o momento

Seja o primeiro a escrever um Comentário


O artigo aqui reproduzido é de exclusiva responsabilidade do relativo autor e/ou do órgão de imprensa que o publicou (indicados na topo da página) e que detém todos os direitos. Os comentários publicados são de exclusiva responsabilidade dos respectivos autores. O site "Monitor das Fraudes" e seus administradores, autores e demais colaboradores, não avalizam as informações contidas neste artigo e/ou nos comentários publicados, nem se responsabilizam por elas.


Patrocínios




NSC / LSI
Copyright © 1999-2017 - Todos os direitos reservados. Eventos | Humor | Mapa do Site | Contatos | Aviso Legal | Principal