Monitor das Fraudes - O primeiro site lusófono sobre combate a fraudes, lavagem de dinheiro e corrupção
Monitor das Fraudes

>> Visite o resto do site e leia nossas matérias <<

CLIPPING DE NOTÍCIAS


Acompanhe nosso Twitter

17/06/2010 - Zero Hora Escrever Comentário Enviar Notícia por e-mail Feed RSS

Tecnologia pode identificar quem depositou dinheiro falso em ATMs

Por: Aline Bianchini


A Giesecke & Devrient Brasil, empresa do grupo Giesecke & Devrient (G&D), lança no mercado nacional seu primeiro mecanismo que realiza de forma rápida e segura a coleta de depósitos de cédulas em maços. O processo se dá através da contagem e identificação de autenticidade das cédulas no momento da sua coleta nos caixas eletrônicos.

O novo produto, batizado de GD Lobby 90, tem capacidade de processar uma coleta de depósito composta por 100 cédulas em até 30 segundos e garante a redução dos custos atuais com transporte e processamentos de numerário - uma atividade que demanda elevados custos operacionais e de segurança, envolvendo o transporte, manuseio e processamento de valores.

O novo equipamento foi projetado para processar depósitos de cédulas em maço a uma velocidade de processamento e transporte de seis cédulas por segundo. Além disso, possui dispositivos e arquitetura inteligente contra vandalismo ou tentativa de utilização de dinheiro falso durante a transação de depósito, com sensor de alta acuidade para reconhecimento de característica física e de autenticidade em até 1,5 mil pontos de cada cédula.

Um dispositivo scrow permite que cédulas sejam armazenadas temporariamente e a transação somente seja concluída quando confirmada pelo cliente na hora do depósito. O cliente pode aceitar ou não o que é informado pelo GD Lobby 90 e tomar a decisão de interromper uma transação, caso lhe sejam informados valores diferentes do declarado no ato do depósito.

_ Na Europa, há bancos que optaram por orientar o equipamento GD Lobby 90 a reter as cédulas com problemas de autenticidade. Imaginamos que no Brasil, por uma questão de legislação e cultura, os bancos poderão optar apenas por informar ao cliente e devolver as notas com problemas _ comenta Flamarion Pirtouscheg, diretor presidente da G&D Brasil, ressaltando que a retenção das notas deverá ser adotada assim que toda a solução de deposito online seja implementada em grande escala pelo sistema bancário.

O GD Lobby 90 vem sendo amplamente utilizado pelas maiores instituições financeiras de países da Europa, nos Estados Unidos, China e Rússia. A expectativa é de que a produtividade e a comercialização aumente também no Brasil.

Sua elevada tecnologia já se encontra integrada a ATM’s dos mais tradicionais integradores globais, contando atualmente com mais 20 mil unidades instaladas em todo mundo. A meta da Giesecke & Devrient é chegar a 20 mil unidades no Brasil, estimando 8 mil nos primeiros cinco anos e o restante nos 5 anos seguintes.

Rastreamento dos depositantes

Atualmente, não existe um mecanismo e um software de rastreamento incorporado no próprio mecanismo das máquinas que possa afirmar que uma nota falsa foi ou não depositada por um determinado cliente.

O novo equipamento GD Lobby 90 pode ser fornecido com o software Post Identification System (PIDSY) que faz o rastreamento de cédulas em qualquer ponto do processo, ou seja, permite a impressão digital da cédula e do depositário de origem. Caso o maço tenha alguma nota falsa, por exemplo, o software informa à instituição bancária ou empresa processadora quem é autor do depósito realizado.

– Este recurso evita que gangues especializadas se utilizem de caixas eletrônicos para a lavagem de dinheiro falso a partir de depósitos em ATMs – destaca Pirtouscheg.

Mais informações podem ser obtidas em www.gi-de.com.

Página principal do Clipping   Escreva um Comentário   Enviar Notícia por e-mail a um Amigo
Notícia lida 256 vezes




Comentários


Nenhum comentário até o momento

Seja o primeiro a escrever um Comentário


O artigo aqui reproduzido é de exclusiva responsabilidade do relativo autor e/ou do órgão de imprensa que o publicou (indicados na topo da página) e que detém todos os direitos. Os comentários publicados são de exclusiva responsabilidade dos respectivos autores. O site "Monitor das Fraudes" e seus administradores, autores e demais colaboradores, não avalizam as informações contidas neste artigo e/ou nos comentários publicados, nem se responsabilizam por elas.


Patrocínios




NSC / LSI
Copyright © 1999-2016 - Todos os direitos reservados. Eventos | Humor | Mapa do Site | Contatos | Aviso Legal | Principal