Monitor das Fraudes - O primeiro site lusófono sobre combate a fraudes, lavagem de dinheiro e corrupção
Monitor das Fraudes

>> Visite o resto do site e leia nossas matérias <<

CLIPPING DE NOTÍCIAS


Acompanhe nosso Twitter

17/06/2010 - Portal Terra Escrever Comentário Enviar Notícia por e-mail Feed RSS

Polícia: conselheiro falsifica RGs para jovens jogarem futebol

Por: Odilon Rios


A Polícia Civil de Alagoas e o Ministério Público Estadual desmontaram um esquema de falsificação de carteiras de identidade na sede Instituto de Identificação, em Maceió (AL). De acordo com as investigações, 15 documentos foram emitidos à pedido do presidente do Conselho Tutelar da cidade de Junqueiro, a 116 km da capital, Celso Luiz de Azevedo, para que jovens pudessem participar de um torneio de futebol promovido anualmente pelo Sesi. Ele foi afastado do cargo nesta quinta-feira por determinação da Justiça.

De acordo com o delegado Rubem Natário, o caso aconteceu em 2007, mas só foi descoberto recentemente pela polícia. Segundo ele, uma pessoa procurava o Instituto de Identificação levando uma certidão de nascimento que não lhe pertencia, mas a um parente menor de idade. No instituto, segundo o delegado, o funcionário tirava uma foto do jovem, as digitais e anexava a certidão de nascimento. "Os jovens foram levados para Maceió e tiveram a idade 'diminuída' para participar da competição", disse. Ele descartou ainda a participação de funcionários do instituto na fraude.

De acordo com o Ministério Público Estadual, os jovens foram os maiores prejudicados. O time foi excluído da competição depois que o Sesi detectou problemas na documentação. "Eles tentaram fazer a inscrição no vestibular e não conseguiram", disse o promotor Flávio Gomes, que ajudou nas investigações.

"Existem mais denúncias contra o presidente do conselho tutelar de Junqueiro: ele foi pego com veículo da entidade, fazendo compras para ele mesmo. É uma Kombi que deveria atender os jovens em situação de risco. Este inquérito foi concluído e remetido a Maceió para que o presidente do conselho fosse indiciado por crime de falsidade de documentos", disse o promotor.

Página principal do Clipping   Escreva um Comentário   Enviar Notícia por e-mail a um Amigo
Notícia lida 197 vezes




Comentários


Nenhum comentário até o momento

Seja o primeiro a escrever um Comentário


O artigo aqui reproduzido é de exclusiva responsabilidade do relativo autor e/ou do órgão de imprensa que o publicou (indicados na topo da página) e que detém todos os direitos. Os comentários publicados são de exclusiva responsabilidade dos respectivos autores. O site "Monitor das Fraudes" e seus administradores, autores e demais colaboradores, não avalizam as informações contidas neste artigo e/ou nos comentários publicados, nem se responsabilizam por elas.


Patrocínios




NSC / LSI
Copyright © 1999-2016 - Todos os direitos reservados. Eventos | Humor | Mapa do Site | Contatos | Aviso Legal | Principal