Monitor das Fraudes - O primeiro site lusófono sobre combate a fraudes, lavagem de dinheiro e corrupção
Monitor das Fraudes

>> Visite o resto do site e leia nossas matérias <<

CLIPPING DE NOTÍCIAS


Acompanhe nosso Twitter

11/06/2010 - Correio do Povo de Alagoas Escrever Comentário Enviar Notícia por e-mail Feed RSS

Presa estelionatária que falsificou documentos de servidora pública


Policiais a paisana conseguiram prender no final da manhã desta sexta-feira (11) a estelionatária acusada de falsificar a carteira de identidade e contracheque de uma servidora pública federal aposentada e que realizou compras numa loja de departamento de um shopping de Maceió.

A prisão aconteceu na saída de uma agência bancária, localizada na Avenida Fernandes Lima, no bairro do Farol, em Maceió. Os policiais abordaram Maria José Calheiros de Lima, conhecida como 'Marili', no momento em que ela entrava num carro Fiesta, de cor preta e placa MMD-7804/AL. Outra mulher também estava no veículo.

De acordo com a polícia, Marili é integrante de uma quadrilha especializada em estelionato, clonagem de cartão de crédito e falsificação de documentos. Ela já havia sido presa em flagrante, em 2008, na cidade de Arapiraca, também acusada do crime de estelionato. Marili ganhou liberdade condicional em Agosto.

O delegado Ronilson Medeiros, do 10º Distrito Policial, responsável pela investigação do caso, explicou que a polícia vem monitorando a acusada desde que foi flagrada pelas câmeras do circuito interno de segurança de uma loja de departamento, após realizar compras com documentos falsificados da vítima.

Desde então a polícia vem monitorando os passos da acusada. O delegado acredita que outros integrantes da quadrilha deverão ser presos a qualquer momento.

Marili e a outra jovem, que estava em sua companhia, foram levadas pelos policiais para a Central de Polícia, onde deverá ser autuada em flagrante. Em seguida, Marili será levada para o 10º Distrito Policial, no bairro do Eustáquio Gomes.

O caso

A servidora explicou que no dia 20 de maio recebeu um telefonema do Banco Itaú perguntando se ela queria mesmo fazer o cartão de uma determinada loja.

Ao dizer que não tinha feito esta solicitação, a servidora confirmou a suspeita do Banco que imediatamente vetou o cartão, mas, no mesmo dia o funcionário de uma outra loja, desta vez no Shopping Pátio Maceió, ligou para ela para confirmar uma compra de R$ 2.850,00 em aparelhos de celular. “Eu disse que não havia feito a compra e que sequer tinha perdido o cartão da loja,eles reconheceram que se tratava de uma falsária, mas ela já havia feito a compra” explicou ela.

A servidora foi até a loja e descobriu que a estelionatária tinha utilizado uma carteira de identidade falsificada que tinha seus dados, e que ela ainda se interessou em fazer um empréstimo consignado, isto já em outra loja. “Eu nunca perdi meus documentos e ela fez isto, a própria funcionária da loja disse que não era a primeira vez que este fato acontecia” explicou a servidora.

Página principal do Clipping   Escreva um Comentário   Enviar Notícia por e-mail a um Amigo
Notícia lida 215 vezes




Comentários


Nenhum comentário até o momento

Seja o primeiro a escrever um Comentário


O artigo aqui reproduzido é de exclusiva responsabilidade do relativo autor e/ou do órgão de imprensa que o publicou (indicados na topo da página) e que detém todos os direitos. Os comentários publicados são de exclusiva responsabilidade dos respectivos autores. O site "Monitor das Fraudes" e seus administradores, autores e demais colaboradores, não avalizam as informações contidas neste artigo e/ou nos comentários publicados, nem se responsabilizam por elas.


Patrocínios




NSC / LSI
Copyright © 1999-2016 - Todos os direitos reservados. Eventos | Humor | Mapa do Site | Contatos | Aviso Legal | Principal