Monitor das Fraudes - O primeiro site lusófono sobre combate a fraudes, lavagem de dinheiro e corrupção
Monitor das Fraudes

>> Visite o resto do site e leia nossas matérias <<

CLIPPING DE NOTÍCIAS


Acompanhe nosso Twitter

09/06/2010 - EPTV.com Escrever Comentário Enviar Notícia por e-mail Feed RSS

Luxa é denunciado por fraude em inscrição eleitoral

Treinador do Galo pode receber até voz de prisão.

O técnico do Atlético-MG, Vanderlei Luxemburgo, terá que se preocupar com mais um problema, além da péssima colocação do time no Campeonato Brasileiro. O comandante alvinegro terá que responder à denúncia do Ministério Público Eleitoral, que o acusa de tentar se inscrever fraudulentamente como eleitor no Tocantins.

Em 2009, Luxemburgo tentou transferir o domicílio eleitoral para Palmas, capital do Tocantins, mas o pedido foi negado em dezembro pela juíza Silvana Perfieniuk, que era titular da 29ª zona eleitoral da cidade. O treinador recorreu dessa decisão no Tribunal Regional Eleitoral, mas, em março, a decisão foi confirmada. Os magistrados entenderam que o treinador não conseguiu provar domicílio na cidade pelo período de três meses.

A partir disso, o Ministério Público denunciou o treinador no artigo 289 do Código Eleitoral. Os procuradores entenderam que o contrato de aluguel de imóvel apresentado por Luxemburgo para comprovar o domicílio em Palmas não era válido, já que não continha data nem assinatura.

O treinador do Atlético-MG responderá, portanto, por crime eleitoral. Porém, se Luxemburgo comparecer todo mês à Justiça Eleitoral de Tocantins, o processo deverá ser arquivado. Caso contrário, ele poderá até receber ordem de prisão. A decisão foi publicada nesta sexta-feira, no Diário Oficial da Justiça Eleitoral do Tocantins. Vanderlei Luxemburgo será citado por carta precatória e intimado a apresentar sua defesa em Belo Horizonte.

Luís Lombardi, assessor de imprensa do treinador, disse que Luxemburgo está no Pantanal, em viagem de férias. O assessor afirmou que não houve má fé no pedido de transferência de domicílio do comandante alvinegro. Segundo Lombardi, Luxemburgo possui imóveis e propriedades em Tocantins e acreditou que seriam suficientes perante a Justiça Eleitoral.

Página principal do Clipping   Escreva um Comentário   Enviar Notícia por e-mail a um Amigo
Notícia lida 207 vezes




Comentários


Nenhum comentário até o momento

Seja o primeiro a escrever um Comentário


O artigo aqui reproduzido é de exclusiva responsabilidade do relativo autor e/ou do órgão de imprensa que o publicou (indicados na topo da página) e que detém todos os direitos. Os comentários publicados são de exclusiva responsabilidade dos respectivos autores. O site "Monitor das Fraudes" e seus administradores, autores e demais colaboradores, não avalizam as informações contidas neste artigo e/ou nos comentários publicados, nem se responsabilizam por elas.


Patrocínios




NSC / LSI
Copyright © 1999-2016 - Todos os direitos reservados. Eventos | Humor | Mapa do Site | Contatos | Aviso Legal | Principal