Monitor das Fraudes - O primeiro site lusófono sobre combate a fraudes, lavagem de dinheiro e corrupção
Monitor das Fraudes

>> Visite o resto do site e leia nossas matérias <<

CLIPPING DE NOTÍCIAS


Acompanhe nosso Twitter

09/06/2010 - IT Web Escrever Comentário Enviar Notícia por e-mail Feed RSS

Bancos investem R$ 1,2 bilhão por ano em segurança

Por: Roberta Prescott

Painel do Ciab 2010, debateu as boas práticas na prevenção de fraudes.

Cada vez que um tipo de crime digital é combatido, os infratores migram as iniciativas de fraudes para outros meios. Assim, à medida que os ataques se sofisticam, aumenta a demanda dos departamentos de segurança dos bancos para combatê-los.

Dados da Febraban apresentados durante painel sobre as boas práticas na prevenção de fraudes no Ciab indicam que as instituições bancárias investiram R$ 1,2 bilhão por ano em segurança. A entidade calcula que são 32,5 milhões de contas usuárias de internet banking e estima que cerca de mil artefatos relacionados à tentativa de fraudes são detectados todos os meses.

Diante deste cenário, como se desenham as ameaças? Gerente-executiva responsável pela segurança da informação do Banco do Brasil, Francimara Viotti, mostrou a evolução dos ataques na web. Se, no primeiro trimestre de 2002, pharming dominava o cenário, agora, no primeiro trimestre deste ano, observam-se tentativas por meio de alterações de configuração de hosts, e de proxy e a chamada central de fraudes.

As estratégias de defesa, segundo a especialista, passam pela blindagem do browser e, mais recentemente, pela blindagem do sistema operacional, que proporciona o historio da infecção e a análise comportamental. "É preciso saber quem está do outro lado", enfatizou Francimara.

De acordo com ela, certificação digital (RIC e PKI-EMC), biometria e códigos de acesso são formas eficientes na prevenção de fraudes. "Tudo se trata de roubo de identidade. Por isto, vejo o certificado de atributos como uma solução", disse, ressaltando a necessidade de o país estabelecer uma política nacional de proteção dos dados pessoais.

Na mesma linha, Wander Blanco, da Caixa Econômica Federal, acredita que a prevenção das fraudes em documentos eletrônicos está na implementação de mecanismos que identifique o autor e as alterações. "No documento eletrônico, o conceito de original e cópia não é relevante e as alterações são simples e fáceis", explicou, salientando que a solução mais adequada é a assinatura digital, que confere autenticidade, integridade e irretratabilidade.

As boas práticas, para ele, incluem a autenticação usando certificados digitais, aloritmos criptográficos fortes e assinatura padrão da ICP-Brasil.

Página principal do Clipping   Escreva um Comentário   Enviar Notícia por e-mail a um Amigo
Notícia lida 238 vezes




Comentários


Nenhum comentário até o momento

Seja o primeiro a escrever um Comentário


O artigo aqui reproduzido é de exclusiva responsabilidade do relativo autor e/ou do órgão de imprensa que o publicou (indicados na topo da página) e que detém todos os direitos. Os comentários publicados são de exclusiva responsabilidade dos respectivos autores. O site "Monitor das Fraudes" e seus administradores, autores e demais colaboradores, não avalizam as informações contidas neste artigo e/ou nos comentários publicados, nem se responsabilizam por elas.


Patrocínios




NSC / LSI
Copyright © 1999-2016 - Todos os direitos reservados. Eventos | Humor | Mapa do Site | Contatos | Aviso Legal | Principal