Monitor das Fraudes - O primeiro site lusófono sobre combate a fraudes, lavagem de dinheiro e corrupção
Monitor das Fraudes

>> Visite o resto do site e leia nossas matérias <<

CLIPPING DE NOTÍCIAS


Acompanhe nosso Twitter

08/06/2010 - Diário Catarinense Escrever Comentário Enviar Notícia por e-mail Feed RSS

Bandidos aproveitam da Copa do Mundo para aplicar golpes via celular

Vítimas recebem mensagens informando que foram premiadas com dinheiro e carros.

A oferta é tentadora. Uma mensagem no celular indica que você foi contemplado em algum concurso ou sorteio. Mas para ter acesso ao prêmio é preciso telefonar para um número repassado na mesma mensagem. Em seguida, informações pessoais ou bancárias são pedidas. Sempre que isso acontecer desconfie. É golpe.

Em época de Copa do Mundo não é diferente. Golpistas aproveitam a promoção Torpedão Campeão do Faustão, promovido pela Rede Globo, para atrair as vítimas. Uma costureira de Joinville, de 55 anos, foi uma das escolhidas pelos golpistas. Mas ela percebeu o golpe a tempo e não cumpriu as exigências de quem estava do outro lado da linha.

Na noite de sexta-feira, a costureira recebeu três mensagens idênticas no celular. Elas diziam que a joinvilense foi contemplada no Torpedão Campeão e ganhou um carro no valor de R$ 34 mil e outros R$ 30 mil em dinheiro.

Mas para ter acesso ao prêmio teria de retornar de um telefone fixo para um número de celular com o código de área 85, da região Nordeste do país. Era por volta das 13h de sábado quando a costureira telefonou.

Do outro lado da linha um homem confirmou que a mulher foi contemplada. Pediu o nome do banco onde ela tem dinheiro e pediu para ela ir até a agência tirar um saldo. A vítima chegou a questionar se não era um golpe:

— Ele insistia que não. No começo até acreditei, porque eu mandei torpedo para o concurso do Faustão.

O homem ainda pediu para ela pegar o celular e telefonar para outro número, antes de desligar o telefone fixo. Quando ele atendeu no celular, disse que ela poderia desligar o aparelho fixo.

Ainda com o celular ligado, a mulher teria de ir até a agência bancária e tirar um saldo. Os números e dados que aparecessem no comprovante impresso deveriam ser repassados por telefone para o golpista.

Desconfiada, a mulher permitiu que o filho falasse ao celular enquanto se preparava para ir até o banco. No carro, ela e o filho colocaram o aparelho no porta-luvas, sem desligar. Mas eles seguiram para a sede da RBS TV para questionar a veracidade da mensagem no celular. Quando chegaram à emissora, quem estava do outro lado da linha já tinha desligado.

Ação semelhante também no Oeste

O golpe também está sendo denunciado em Chapecó, no Oeste de Santa Catarina. Pelo menos oito pessoas já procuraram a RBS TV, questionando sobre a mensagem suspeita.

Entre eles está o auxiliar de pedreiro Luiz Fernando Bitencourt. No sábado pela manhã ele mandou um torpedo para a promoção. No sábado à noite, recebeu uma mensagem informando que havia ganhado. A mensagem era do prefixo 42, do Paraná, e pedia para ligar para outro número, de um telefone residencial.

Bitencourt resolveu ligar de um telefone público na segunda-feira. Do outro lado da linha, a voz disse que se tratava da emissora. Em seguida, os farsantes pediram uma senha que estava na mensagem e afirmaram que ele tinha ganhado um carro mais R$ 30 mil.

Depois o atendente começou a questionar se estava ligando de casa e em qual banco tinha conta para que fosse feito o depósito. Quando ele questionou a agência e o número da conta, Bitencourt desconfiou e desligou o telefone.

De acordo com o delegado Alex Passos, a responsabilidade neste caso não é das operadoras, mas sim dos agentes que estão tentando aplicar o golpe.

Passos orienta que as pessoas procurem as empresas que realizam a promoção e a Polícia Civil. Assim os policiais podem tentar identificar de onde estão partindo as ligações e, então, o estelionatário.

Página principal do Clipping   Escreva um Comentário   Enviar Notícia por e-mail a um Amigo
Notícia lida 238 vezes




Comentários


Nenhum comentário até o momento

Seja o primeiro a escrever um Comentário


O artigo aqui reproduzido é de exclusiva responsabilidade do relativo autor e/ou do órgão de imprensa que o publicou (indicados na topo da página) e que detém todos os direitos. Os comentários publicados são de exclusiva responsabilidade dos respectivos autores. O site "Monitor das Fraudes" e seus administradores, autores e demais colaboradores, não avalizam as informações contidas neste artigo e/ou nos comentários publicados, nem se responsabilizam por elas.


Patrocínios




NSC / LSI
Copyright © 1999-2016 - Todos os direitos reservados. Eventos | Humor | Mapa do Site | Contatos | Aviso Legal | Principal