Monitor das Fraudes - O primeiro site lusófono sobre combate a fraudes, lavagem de dinheiro e corrupção
Monitor das Fraudes

>> Visite o resto do site e leia nossas matérias <<

CLIPPING DE NOTÍCIAS


Acompanhe nosso Twitter

08/06/2010 - O Diário de Mogi Escrever Comentário Enviar Notícia por e-mail Feed RSS

Idoso é principal vítima de golpe

Por: Frederico Kataoka


De repente, uma dupla de rapazes uniformizados aparece na frente de uma residência e se identifica como funcionária de alguma prestadora de serviço. Em seguida, diz que a fiação, encanamento ou o aparelho medidor de energia ou água está com problema e pede para entrar. O morador, inocentemente, permite o fácil acesso dos supostos reparadores e abre a porta. Durante o falso conserto, distraem a vítima e furtam dinheiro e celulares. História como estas se tornam cada vez mais comuns em Mogi da Cruzes, principalmente envolvendo idosos, alvo preferido dos golpistas. Por conta disso, empresas, o Serviço Municipal de Água e Esgoto (Semae) e o especialista em segurança Jorge Lordello alertam paras os cuidados que as pessoas devem ter na abordagem de estranhos.

Nas últimas três semanas, foram registrados pelo menos dois casos semelhantes nas delegacias mogianas. No dia 16 de maio, O Diário noticiou o furto de R$ 1 mil por bandidos que se disseram representantes da Bandeirante Energia (EDP Bandeirante). Eles enganaram um aposentado de 74 anos, morador da Vila Natal. Sob alegação de que o relógio de força estava danificado, adentraram o imóvel e, quando o senhor se distraiu para ligar o chuveiro, levaram o dinheiro. No último domingo, este jornal publicou golpe idêntico, desta vez no Centro, contra um ancião de 85 anos, que perdeu R$ 5.500,00.

"Os marginais abusam da boa-fé e inocência dos cidadãos para cometer este crime. E eles conseguem facilmente retirar a atenção das pessoas. Por isso precisamos ter muita cautela para permitir a entrada nas nossas casas. Precisamos promover uma triagem", afirma Lordello, que dá algumas dicas.

"A primeira coisa é não atender o estranho de imediato no portão. Quem não tem interfone deve comprar um. Mas se não tiver condições, faça o primeiro contato pelo vidro da janela ou pela grade da porta. No diálogo, deve-se perguntar o nome e o motivo das visita, além de solicitar o número de telefone da empresa e o nome do chefe imediato. É importante, ainda, observar o crachá e se os visitantes estão com um carro que possui a logomarca da prestadora de serviço. Caso se trate de um golpista, ele se irritará com tantos detalhes e irá embora. Para finalizar, se permitir a entrada, procure não deixar os sujeitos sozinhos", aconselha.

A EDP Bandeirante informa que nenhum funcionário ou prestador está autorizado a cobrar pelos serviços ou receber pagamentos. Qualquer cobrança deverá ser paga nos bancos. Na dúvida, os clientes podem ligar para 0800 721 0123. A Companhia Paulista de Serviços de Gás (Comgás) também destaca que não possui cobradores domiciliares e a entrada só ocorre mediante pedido do morador. O telefone para contato é 0800 110 197.

Já o diretor-geral do Semae, Edilson Mota de Oliveira, explica que os medidores geralmente ficam fora das residências, o que não requer acesso à moradia. "Quando o relógio for dentro, deve-se tomar cuidado e observar se a pessoa está uniformizada e com crachá. Qualquer desconfiança, pode nos ligar (pelo 115) para saber se a identidade confere com os nossos dados", diz.

Página principal do Clipping   Escreva um Comentário   Enviar Notícia por e-mail a um Amigo
Notícia lida 233 vezes




Comentários


Nenhum comentário até o momento

Seja o primeiro a escrever um Comentário


O artigo aqui reproduzido é de exclusiva responsabilidade do relativo autor e/ou do órgão de imprensa que o publicou (indicados na topo da página) e que detém todos os direitos. Os comentários publicados são de exclusiva responsabilidade dos respectivos autores. O site "Monitor das Fraudes" e seus administradores, autores e demais colaboradores, não avalizam as informações contidas neste artigo e/ou nos comentários publicados, nem se responsabilizam por elas.


Patrocínios




NSC / LSI
Copyright © 1999-2016 - Todos os direitos reservados. Eventos | Humor | Mapa do Site | Contatos | Aviso Legal | Principal