Monitor das Fraudes - O primeiro site lusófono sobre combate a fraudes, lavagem de dinheiro e corrupção
Monitor das Fraudes

>> Visite o resto do site e leia nossas matérias <<

CLIPPING DE NOTÍCIAS


Acompanhe nosso Twitter

06/06/2010 - A Tarde Online Escrever Comentário Enviar Notícia por e-mail Feed RSS

Polícia prende 11 candidatos por tentativa de fraude no concurso da PM

Por: Sidnei Matos


Onze candidatos pernambucanos do concurso da Polícia Militar foram levados presos em flagrante para a Delegacia de Homicídios, no bairro dos Barris, em Salvador, acusados de tentativa de fraude durante a realização da prova, na manhã deste domingo, no Colégio da PM, em Dendezeiros. O esquema com pontos eletrônicos de escuta para transmissão e recepção de respostas foi descoberto quando um deles foi ao banheiro após três horas do início do exame e acabou sendo pego pelo detector de metais. Logo em seguida, a fiscalização se estendeu a todas as salas do local, encontrando os outros dez envolvidos.

Segundo o Capitão da PM Everaldo Marciel, os acusados confessaram que estavam portando os equipamentos eletrônicos para a fraude. O oficial contou ainda que um veículo de marca Honda, modelo Civic, de cor preta, com placa de Serra Talhada, Pernambuco, estava do lado de fora da escola em atitude suspeita, com três ocupantes dentro que deviam estar envolvidos no esquema. Desconfiados de que estavam sendo vigiados, fugiram do local antes da abordagem policial.

Everaldo Marciel disse que há três meses o Serviço de Investigação da Polícia Militar monitorava sites de relacionamento, onde algumas dessas fraudes são combinadas. Com isso, representantes da PM, da Consultec, empresa organizadora do concurso, e da Universidade Estadual da Bahia (Uneb) intensificaram a fiscalização. "Reuniões foram realizadas para a preparação de segurança", afirmou o capitão.

Três dos candidatos presos são soldados temporários da Aeronáutica: Juarez Humberto da Silva Júnior, Evandro José Barreto da Silva Júnior e Genivaldo Rodrigues Cardoso Júnior. Os outros são Fábio Oliveira da Cunha, Luan Pereira Marins, George Wilians Silva, Tiago Correia da Silva, Joaquim Martins do Rio, Rivaldo Luiz de Souza, Iggor Marcelo Alves Mendes Pereira e Alex Luiz Pereira da Silva. Todos serão julgados pelos crimes de estelionátoe formação de quadrilha.

A Consultec afirma que a prova não será anulada, já que a fraude foi descoberta.

Página principal do Clipping   Escreva um Comentário   Enviar Notícia por e-mail a um Amigo
Notícia lida 213 vezes




Comentários


Nenhum comentário até o momento

Seja o primeiro a escrever um Comentário


O artigo aqui reproduzido é de exclusiva responsabilidade do relativo autor e/ou do órgão de imprensa que o publicou (indicados na topo da página) e que detém todos os direitos. Os comentários publicados são de exclusiva responsabilidade dos respectivos autores. O site "Monitor das Fraudes" e seus administradores, autores e demais colaboradores, não avalizam as informações contidas neste artigo e/ou nos comentários publicados, nem se responsabilizam por elas.


Patrocínios




NSC / LSI
Copyright © 1999-2016 - Todos os direitos reservados. Eventos | Humor | Mapa do Site | Contatos | Aviso Legal | Principal