Monitor das Fraudes - O primeiro site lusófono sobre combate a fraudes, lavagem de dinheiro e corrupção
Monitor das Fraudes

>> Visite o resto do site e leia nossas matérias <<

CLIPPING DE NOTÍCIAS


Acompanhe nosso Twitter

04/06/2010 - pe360graus Escrever Comentário Enviar Notícia por e-mail Feed RSS

Donas de lojas em shopping do Recife são presas por suspeitas de estelionato

Irmãs são acusadas de instalação de ‘chupa-cabras’ em caixas eletrônicos, falsificação de documentos e clonagem de cartões de clientes.

A Polícia Civil apresentou, nesta sexta-feira (4), três irmãs acusadas de estelionato. As suspeitas - Ana Nélia de Medeiros Cabral de Souza (foto 3), de 50 anos, Rita de Cássia Medeiros de Souza (foto 2), de 43, e Michelle Medeiros (foto 4), de 38 - são donas de lojas de confecções que funcionam em shoppings do Recife e foram presas nesta manhã. De acordo com os agentes, elas clonavam cartões de créditos.

Os policiais da delegacia de Roubos e Furtos cumpriram os mandados de prisão e de busca e apreensão nas casas das suspeitas, que não ofereceram resistência no momento da detenção. Na operação também foram apreendidos quatro carros, alguns, de luxo.

As investigações começaram em fevereiro, com a descoberta de que equipamentos conhecidos como chupa-cabras estavam sendo usados nos caixas eletrônicos de uma agência bancária na Zona Norte do Recife - a polícia flagrou e filmou, num domingo de fevereiro, um homem instalando o equipamento no caixa eletrônico do banco.

Depois, a polícia descobriu que havia uma ligação afetiva entre o homem que usava esses equipamentos e uma das lojistas: “esse homem tem uma relação amorosa com uma delas e é um elemento importante na quadrilha, pois fornece a matéria prima para a execução dos golpes. Estamos trabalhando na identificação dele. A partir dessas prisões e apreensões, já temos elementos para solicitação de uma prisão”, informou a delegada Patrícia Soledade.

No apartamento de Rita de Cássia, a polícia encontrou uma grande quantidade de objetos que seriam usados por elas para praticar os golpes: equipamentos chupa-cabras, além das placas laterais dos caixas eletrônicos onde eram instaladas câmeras para filmar os clientes digitando as senhas. Também foram encontrados cartões de crédito clonados com os nomes verdadeiros e falsos das três irmãs, pen drives e documentos.

A polícia acredita que ainda é cedo para determinar se os crimes eram praticados nas lojas das mulheres: “a priori, não temos como confirmar se os chupa-cabras eram utilizados nas lojas”, disse o delegado Roberval Sales Segundo.

Página principal do Clipping   Escreva um Comentário   Enviar Notícia por e-mail a um Amigo
Notícia lida 621 vezes




Comentários


Nenhum comentário até o momento

Seja o primeiro a escrever um Comentário


O artigo aqui reproduzido é de exclusiva responsabilidade do relativo autor e/ou do órgão de imprensa que o publicou (indicados na topo da página) e que detém todos os direitos. Os comentários publicados são de exclusiva responsabilidade dos respectivos autores. O site "Monitor das Fraudes" e seus administradores, autores e demais colaboradores, não avalizam as informações contidas neste artigo e/ou nos comentários publicados, nem se responsabilizam por elas.


Patrocínios




NSC / LSI
Copyright © 1999-2016 - Todos os direitos reservados. Eventos | Humor | Mapa do Site | Contatos | Aviso Legal | Principal