Monitor das Fraudes - O primeiro site lusófono sobre combate a fraudes, lavagem de dinheiro e corrupção
Monitor das Fraudes

>> Visite o resto do site e leia nossas matérias <<

CLIPPING DE NOTÍCIAS


Acompanhe nosso Twitter

31/05/2010 - O Globo Online Escrever Comentário Enviar Notícia por e-mail Feed RSS

Quadrilha de nigerianos ainda usa cartões de brasileiro sequestrado na África do Sul

Por: Marceu Vieira


JOHANNESBURGO - O empresário brasileiro Osmar Pereira, de 58 anos, sequestrado por uma quadrilha de nigerianos terça-feira passada em Johannesburgo e libertado quinta pela polícia local, descobriu que três cartões de crédito seus roubados pelos seis bandidos, presos em flagrante, continuavam sendo usados em saques até este domingo. A descoberta mostrou que o bando é maior do que o imaginado anteriormente.

O empresário deverá ser ouvido nesta segunda-feira. Agentes da Polícia Federal brasileira, que estão na África do Sul, vão acompanhar o depoimento, bem como um diplomata da Embaixada do Brasil. As autoridades alegam questões de segurança e nem ao próprio Pereira informam agora o dia, o local e a hora em que será ouvido. A embaixada brasileira em Pretória tentava na tarde deste domingo se comunicar com a chefia de polícia de Johannesburgo para obter informações. Pereira, segundo o embaixador brasileiro na África do Sul, José Vicente Pimentel, está abatido e aflito.

- O Osmar está muito assustado e nervoso, porque a polícia não diz nada concretamente e não quer que ele fale com ninguém - contou Vicente Pimentel. - A esta altura, ele não sabe nem como vai fazer para pagar despesas que contraiu aqui.

A volta ao Brasil, que, a princípio, ocorreria logo depois de seu depoimento, está na dependência da autorização da polícia. Pereira esperava retornar a Belém, onde vive, nesta terça-feira, num voo Johannesburgo-São Paulo da companhia South African. Mas, por determinação das autoridades que cuidam do caso, talvez precise ficar mais uma semana na cidade.

No domingo, por volta de 15h30m, hora local (10h30m de Brasília), Pereira postou a seguinte mensagem no Twitter: "Obrigado aí pela solidariedade, é lamentável que estas coisas aconteçam, mas acontecem, mas estou bem, obrigado". Pouco antes, havia postado mensagem parecida, em inglês, agradecendo "a Deus e à intervenção divina".

Americana caiu em golpe semelhante

Os seis nigerianos presos serão interrogados na Corte dos Magistrados de Johannesburgo. Pereira caiu num golpe: acreditou numa proposta de US$ 4 milhões para exportação de portas de madeira para o Iraque, feita pelos nigerianos, que diziam ter escritório na África do Sul, e, ao chegar ao país para fechar o suposto negócio, foi sequestrado e torturado. Os bandidos chegaram a pedir US$ 1 milhão de resgate. ( Leia também: Nigéria acumula casos de golpes e ganha fama de paraíso das fraudes )

No domingo, a polícia de Johannesburgo prendeu quatro pessoas, três delas nigerianas, que teriam aplicado golpe semelhante numa americana. Ela foi atraída por um e-mail com promessas de riqueza e sequestrada por um mês, até fugir dias atrás.

Página principal do Clipping   Escreva um Comentário   Enviar Notícia por e-mail a um Amigo
Notícia lida 227 vezes




Comentários


Nenhum comentário até o momento

Seja o primeiro a escrever um Comentário


O artigo aqui reproduzido é de exclusiva responsabilidade do relativo autor e/ou do órgão de imprensa que o publicou (indicados na topo da página) e que detém todos os direitos. Os comentários publicados são de exclusiva responsabilidade dos respectivos autores. O site "Monitor das Fraudes" e seus administradores, autores e demais colaboradores, não avalizam as informações contidas neste artigo e/ou nos comentários publicados, nem se responsabilizam por elas.


Patrocínios




NSC / LSI
Copyright © 1999-2016 - Todos os direitos reservados. Eventos | Humor | Mapa do Site | Contatos | Aviso Legal | Principal