Monitor das Fraudes - O primeiro site lusófono sobre combate a fraudes, lavagem de dinheiro e corrupção
Monitor das Fraudes

>> Visite o resto do site e leia nossas matérias <<

CLIPPING DE NOTÍCIAS


Acompanhe nosso Twitter

06/05/2007 - Diário do Nordeste Escrever Comentário Enviar Notícia por e-mail Feed RSS

Condenado autor de golpe milionário


Em uma sentença inédita na história da Justiça do Ceará, um réu acusado de crime de estelionato (cuja pena varia de um a cinco anos) foi condenado a 15 anos de prisão. O caso tramitou na 9ª Vara Criminal e apurou um golpe milionário praticado pelo cearense Rogério Paula Sampaio, que fugiu de Fortaleza, em 2005, levando junto uma carreta lotada de mercadorias de luxo compradas com cheques sem fundos.

O processo que apurou o golpe chegou ao seu julgamento na semana passada, quando o juiz de Direito, Geovane Alencar, proferiu a sentença. O réu havia sido indiciado por ter praticado estelionato contra 17 comerciantes, empresários, fotógrafos e outros profissionais e prestadores de serviço. Das 17 acusações, apenas duas foram julgadas improcedentes pela Justiça. Assim, o juiz condenou o réu por 15 estelionatos e aplicou a pena-base, de um ano, para cada crime que, multiplicada por cada delito, resultou nos 15 anos de prisão.

Cheques

O promotor de Justiça, Domingos Sávio Amorim, que atua como representante do Ministério Público Estadual junto à 9ª Vara Criminal, explica que no corpo do processo estão as acusações dos diversos golpes aplicados por Rogério Sampaio em lojas que vendem artigos de luxo como peças de decoração, roupas finas, revendedoras de veículos especiais como triciclos e jet-ski, joalharias, buffets, óticas e até fotógrafos especialmente contratados para cobrir as festas que o acusado promovia para dezenas de convidados.

“Uma só vítima, o dono de uma loja de móveis e peças de decoração, recebeu dois cheques no valor total de R$ 244 mil. Depois, descobriu que tinha caído no golpe. Os cheques não tinham fundos”, explica o promotor. Em outra compra feita no comércio local, o acusado adquiriu peças para o banheiro de seu apartamento, no total de R$ 28,6 mil.

Freqüentando as rodas da alta sociedade de Fortaleza, se passando por empresário do ramo de veículos importados, Rogério Sampaio e a mulher, uma ex-miss, fugiram de Fortaleza depois que ele teve prisão preventiva decretada no dia 28 de fevereiro de 2005. Segundo o relato das vítimas, Rogério usava de sua influência e das amizades para garantir a lisura das compras no comércio local.

Casal fugiu - Rogério Sampaio e a ex-miss

Desde 2005, Rogério Paula Sampaio é procurado pela Polícia cearense. Naquele ano, ele fugiu de Fortaleza em companhia da esposa, uma ex-miss. O casal freqüentava a alta sociedade. Rogério chegou a montar uma revenda de carros importados no bairro do Cocó. Adquiriu crédito no comércio local e passou, então, a aplicar seus golpes.

O casal freqüentava restaurantes caros, usava roupas finas, de grifes famosas, mobiliou um amplo apartamento na Avenida Beira-Mar com peças de arte, tapetes e outros objetos adquiridos em lojas especializadas. Além disso, promoveu diversas festas em buffets, contratou bandas, fotógrafos, seguranças e outros serviços profissionais. A intenção era impressionar.

Numa madrugada de fevereiro de 2005, o casal desapareceu misteriosamente da cidade. A loja de carros importados e o apartamento foram esvaziados. Tudo o que foi comprado com cheques sem fundos foi levado em uma carreta. Até hoje a Polícia não sabe onde o casal está escondido.

Página principal do Clipping   Escreva um Comentário   Enviar Notícia por e-mail a um Amigo
Notícia lida 555 vezes




Comentários


Nenhum comentário até o momento

Seja o primeiro a escrever um Comentário


O artigo aqui reproduzido é de exclusiva responsabilidade do relativo autor e/ou do órgão de imprensa que o publicou (indicados na topo da página) e que detém todos os direitos. Os comentários publicados são de exclusiva responsabilidade dos respectivos autores. O site "Monitor das Fraudes" e seus administradores, autores e demais colaboradores, não avalizam as informações contidas neste artigo e/ou nos comentários publicados, nem se responsabilizam por elas.


Patrocínios




NSC / LSI
Copyright © 1999-2016 - Todos os direitos reservados. Eventos | Humor | Mapa do Site | Contatos | Aviso Legal | Principal