Monitor das Fraudes - O primeiro site lusófono sobre combate a fraudes, lavagem de dinheiro e corrupção
Monitor das Fraudes

>> Visite o resto do site e leia nossas matérias <<

CLIPPING DE NOTÍCIAS


Acompanhe nosso Twitter

06/05/2007 - Diário de Cuiabá Escrever Comentário Enviar Notícia por e-mail Feed RSS

Gasolina barata não é sinônimo de fraudes


Ao contrário do que se pode imaginar, gasolina barata não é sinônimo de fraude. Quem garante é o pesquisador Edinaldo de Castro e Silva, coordenador da Central de Combustíveis do Departamento de Química da UFMT. “Vender gasolina ou qualquer produto por um preço abaixo do adotado pelo mercado não quer dizer que o dono do posto esteja adulterando o combustível”, afirma o professor.

Para ele, essa constatação precipitada na maioria dos casos é tirada pelos postos concorrentes, que se sentem incomodados com as promoções e perda de vendas. “Já pesquisamos vários postos que vendiam combustíveis mais baratos e não constatamos irregularidades. O produto era confiável e de boa qualidade. A diferença de preço pode ser justificada pela necessidade da empresa fazer caixa”.

Na opinião do pesquisador da UFMT, o mesmo raciocínio pode ser aplicado para o caso dos postos que vendem produtos mais caros. “Às vezes uma empresa pode aumentar seus preços até mesmo acima da média do mercado para dar a entender que o seu produto é de qualidade e se aproveita da situação para praticar a fraude. Aí ele ganha duas vezes: no preço e no combustível adulterado. Esta é a pior fraude, pois o consumidor sai duplamente prejudicado”, assinala.

CUIDADO – O secretário adjunto de Receita Pública da Secretaria de Fazenda, Marcel De Cursi, diz que todo cuidado deve ser tomado para que não haja erro na avaliação do combustível analisado. “Existe a possibilidade de o combustível se contaminar durante o transporte. Há várias naturezas de não-conformidade e devemos ter cautela para fazer a análise correta de cada material coletado, sob certos critérios e parâmetros, pois a experiência tem nos mostrado que a contaminação pode ocorrer até mesmo pelo vazamento de combustível, paralelo aos tanques”, alerta. (MM)

Página principal do Clipping   Escreva um Comentário   Enviar Notícia por e-mail a um Amigo
Notícia lida 357 vezes




Comentários


Nenhum comentário até o momento

Seja o primeiro a escrever um Comentário


O artigo aqui reproduzido é de exclusiva responsabilidade do relativo autor e/ou do órgão de imprensa que o publicou (indicados na topo da página) e que detém todos os direitos. Os comentários publicados são de exclusiva responsabilidade dos respectivos autores. O site "Monitor das Fraudes" e seus administradores, autores e demais colaboradores, não avalizam as informações contidas neste artigo e/ou nos comentários publicados, nem se responsabilizam por elas.


Patrocínios




NSC / LSI
Copyright © 1999-2016 - Todos os direitos reservados. Eventos | Humor | Mapa do Site | Contatos | Aviso Legal | Principal