Monitor das Fraudes - O primeiro site lusófono sobre combate a fraudes, lavagem de dinheiro e corrupção
Monitor das Fraudes

>> Visite o resto do site e leia nossas matérias <<

CLIPPING DE NOTÍCIAS


Acompanhe nosso Twitter

03/05/2007 - Jornal do Estado Escrever Comentário Enviar Notícia por e-mail Feed RSS

Autoridades são presas por suspeita de corrupção em SC


No início da manhã dessa quinta-feira (03) a Polícia Federal de Santa Catarina tirou da cama alguns empresários, três secretários municipais, funcionários públicos e dois vereadores de Florianópolis, dando início à Operação Moeda Verde. É a primeira vez na cidade que autoridades e funcionários graduados são detidos por suspeita de corrupção envolvendo questões ambientais.

Com 22 mandados de prisão temporária e 30 mandados de busca e apreensão de objetos e documentos, 36 equipes da PF formadas por 170 agentes executaram a detenção dos acusados por crimes contra a ordem tributária, formação de quadrilha, falsificação de documentos, uso de documentos falsos, corrupção e tráfico de influência. Os mandados foram assinados pelo juiz federal Zenildo Bodnar. O magistrado esclarece que não há juízo de valor nem presunção de culpa nesses mandados.

Com o desenrolar da operação, novos nomes poderão ser acrescentados à lista de suspeitos e novos mandatos poderão ser expedidos. De acordo com a delegada Júlia Vergara, que coordenou a operação, a investigação partiu de denúncias de fraudes num empreendimento em Jurerê Internacional, que estaria localizado em Área de Preservação Permanente (APP). Dois outros grandes empreendimentos que estão sendo investigados são o futuro campo de golfe no Costão do Santinho, que estaria sobre o principal lençol freático do norte da Ilha, e o recém- inaugurado shopping Iguatemi, por estar em área de mangue. A delegada Vergara explica que as áreas verdes da cidade estariam servindo de moeda para obtenção de laudos e licenças irregulares. Segundo ela, a contrapartida vinha sob várias formas. "Podia ser dinheiro vivo, carros e até imóveis".

Vários computadores foram recolhidos em órgãos públicos, como a Secretaria de Urbanismo e Serviços Públicos (SUSP), Instituto de Planejamento Urbano de Florianópolis (IPUF), as duas Fundações de Meio Ambiente - uma municipal (FLORAM) e outra estadual (FATMA), além de escritórios de empresas e residências.

Sacolas com dinheiro em espécie também foram levados para a sede da PF. Raimundo Barbosa, chefe da Delegacia de Repressão a Crimes Ambientais, diz que ainda não se sabe o total de dinheiro encontrado, mas assegura que os valores não são pequenos. "São empreendimentos milionários", observa. Para ele, o principal responsável pelo esquema de fraudes seria o vereador Juarez da Silveira. "Há evidências de que ele é o mentor das falcatruas".

O vereador, que teve um mal-estar e necessitou atendimento médico ao receber o mandado de prisão, nega as acusações. Em nota oficial, a Polícia Federal afirma que "os mandados de busca foram expedidos para auxiliar nas investigações do esquema de venda de leis e atos administrativos de conteúdo ambiental e urbanístico, em favor de grandes empreendimentos na Ilha de Santa Catarina" e que não implicam culpa nem inocência dos envolvidos.

As prisões temporárias valem por cinco dias, podendo ser prorrogadas por mais cinco. O prefeito Dário Berger afastou temporariamente todos os suspeitos ligados à administração municipal e ressalta que as licenças em questão foram expedidas antes de sua posse.

Página principal do Clipping   Escreva um Comentário   Enviar Notícia por e-mail a um Amigo
Notícia lida 398 vezes




Comentários


Nenhum comentário até o momento

Seja o primeiro a escrever um Comentário


O artigo aqui reproduzido é de exclusiva responsabilidade do relativo autor e/ou do órgão de imprensa que o publicou (indicados na topo da página) e que detém todos os direitos. Os comentários publicados são de exclusiva responsabilidade dos respectivos autores. O site "Monitor das Fraudes" e seus administradores, autores e demais colaboradores, não avalizam as informações contidas neste artigo e/ou nos comentários publicados, nem se responsabilizam por elas.


Patrocínios




NSC / LSI
Copyright © 1999-2016 - Todos os direitos reservados. Eventos | Humor | Mapa do Site | Contatos | Aviso Legal | Principal