Monitor das Fraudes - O primeiro site lusófono sobre combate a fraudes, lavagem de dinheiro e corrupção
Monitor das Fraudes

>> Visite o resto do site e leia nossas matérias <<

CLIPPING DE NOTÍCIAS


Acompanhe nosso Twitter

22/05/2010 - Tribuna do Norte Online Escrever Comentário Enviar Notícia por e-mail Feed RSS

Caern alerta sobre ação de estelionatários


A Companhia de Águas e Esgotos do Rio Grande do Norte (Caern) informa que os consumidores não devem pagar nenhuma quantia a pessoas que façam cobrança de serviços prestados por abastecimento de água ou tratamento e coleta de esgoto. Os pagamentos à Caern só devem ser feitos na rede bancária e nos postos credenciados. Na quinta-feira (20), uma pessoa foi presa em flagrante, quando tentava aplicar um golpe em Cidade Satélite, cobrando uma taxa de R$ 50 para não executar corte no ramal da rede de distribuição de água. Este tipo de procedimento é caracterizado como extorsão e deve ser denunciado à Caern e à Polícia para as devidas providências.

É importante lembrar que as pessoas em dívida com a Caern recebem um comunicado prévio de que consta débito e que em 30 dias o fornecimento de água será cortado. Passado o período de um mês, uma equipe da Caern ou da Lotil, empresa terceirizada que trabalha nesta área, vai até a casa do consumidor para proceder o corte. Caso o cliente se disponha a efetuar o pagamento, a equipe espera mais 24h até que o usuário pague o seu débito na rede bancária e postos de serviços credenciados.

A Companhia chama ainda a atenção de seus clientes, para que observe também a identificação dos funcionários e a autorização de corte, documento obrigatoriamente conduzido pela equipe, onde estão os dados corretos do usuário, como nome completo e endereço.

Em outubro do ano passado, funcionários do escritório da Caern em Ponta Negra foram informados que um estelionatário estava cobrando R$ 50 para não executar um corte de água numa residência em Alagamar. A equipe da Caern se dirigiu ao local, juntamente com a Polícia Militar e efetuou a prisão do denunciado. Quem pratica esse tipo de golpe responderá pelo crime de usurpação de função pública. Caso as vítimas do acusado informem que realmente pagaram quantias indevidas, ele também poderá ser enquadrado no crime de extorsão. Denuncie casos semelhantes à Ouvidoria da Caern através do telefone: 3232-4562.

Página principal do Clipping   Escreva um Comentário   Enviar Notícia por e-mail a um Amigo
Notícia lida 210 vezes




Comentários


Nenhum comentário até o momento

Seja o primeiro a escrever um Comentário


O artigo aqui reproduzido é de exclusiva responsabilidade do relativo autor e/ou do órgão de imprensa que o publicou (indicados na topo da página) e que detém todos os direitos. Os comentários publicados são de exclusiva responsabilidade dos respectivos autores. O site "Monitor das Fraudes" e seus administradores, autores e demais colaboradores, não avalizam as informações contidas neste artigo e/ou nos comentários publicados, nem se responsabilizam por elas.


Patrocínios




NSC / LSI
Copyright © 1999-2016 - Todos os direitos reservados. Eventos | Humor | Mapa do Site | Contatos | Aviso Legal | Principal