Monitor das Fraudes - O primeiro site lusófono sobre combate a fraudes, lavagem de dinheiro e corrupção
Monitor das Fraudes

>> Visite o resto do site e leia nossas matérias <<

CLIPPING DE NOTÍCIAS


Acompanhe nosso Twitter

20/05/2010 - Gazeta de Alagoas Escrever Comentário Enviar Notícia por e-mail Feed RSS

Gecoc denuncia acusados de envolvimento no esquema DPVAT

Por: Bruno Soriano e Dulce Melo

Onze pessoas foram denunciadas pelo Ministério Público a 17ª Vara Criminal, sob acusação de formação de quadrilha, falsidade ideológica e estelionato.

O Ministério Público Estadual, por meio do Grupo Estadual de Combate às Organizações Criminosas (Gecoc), denunciou, nesta quinta-feira (20), onze acusados de envolvimento em fraudes processuais relacionadas ao seguro DPVAT - destinado a vítimas de acidentes de trânsito. O esquema teria movimentado cerca de R$ 200 milhões, lesando dezenas de pessoas - a maioria residente em Arapiraca.

A denúncia foi encaminhada aos juízes da 17ª Vara Criminal da Capital, responsável por prolatar sentença acerca dos indícios de envolvimento dos cinco advogados, dois serventuários da Justiça, um bombeiro militar, um servidor público estadual, uma repecionista e um autônomo. Todos são acusados de formação de quadrilha, falsidade ideológica e estelionato.

De acordo com o inquérito policial, alguns processos resultaram em pagamentos de até R$ 200 mil, quando a previsão de indenização para vítima de acidente automobilístico é de até R$ 13,5 mil. Em cada caso, verificou-se que os advogados das vítimas chegavam a receber até a metade do valor da respectiva indenização.

Uma das pessoas que se apresentou como vítima dos advogados e falsos corretores, Maria Eulina dos Santos, de 53 anos, relatou que, no início do ano passado, um homem teria ido à sua casa com uma duvidosa oferta. "Ele me perguntou se eu queria fazer um seguro por acidente, mas o meu esposo foi logo dizendo que não porque o problema que causou a amputação da minha perna foi a diabetes. O homem deixou o cartão lá e disse que se a gente mudasse de ideia, procurasse-o em Sergipe. Mas não o procuramos"- assegurou Eulina. Tempos depois, a polícia encontrou em seu nome um benefício no valor de R$ 7,5 mil, apesar de a mesma ter garantido nunca ter recebido tal quantia.

"Sou analfabeta e não assinei nada", emendou a dona de casa, acrescentando que só tomou conhecimento do engano quando policiais federais estiveram em sua residência, em Malhada dos Bois, no interior sergipano. "Tive um susto tão grande que até hoje tremo", recordou.

Confira os nomes dos denunciados:

Cristiano Gama de Melo
Francisco Crispi
Rogério Cavalcante Lima
Kelmmony Maicron dos Santos Freire
Carlos André Marques dos Anjos
Valkiria Malta Gaia Ferreira
Luzemara Gonçalves da Silva
Jânio Gomes da Silva
Manoel Jailton Feitoza, vulgo 'Babinha'
José Walmor Thiaro de Souza Silva
Almira Alves Soares

Página principal do Clipping   Escreva um Comentário   Enviar Notícia por e-mail a um Amigo
Notícia lida 304 vezes




Comentários


Nenhum comentário até o momento

Seja o primeiro a escrever um Comentário


O artigo aqui reproduzido é de exclusiva responsabilidade do relativo autor e/ou do órgão de imprensa que o publicou (indicados na topo da página) e que detém todos os direitos. Os comentários publicados são de exclusiva responsabilidade dos respectivos autores. O site "Monitor das Fraudes" e seus administradores, autores e demais colaboradores, não avalizam as informações contidas neste artigo e/ou nos comentários publicados, nem se responsabilizam por elas.


Patrocínios




NSC / LSI
Copyright © 1999-2016 - Todos os direitos reservados. Eventos | Humor | Mapa do Site | Contatos | Aviso Legal | Principal