Monitor das Fraudes - O primeiro site lusófono sobre combate a fraudes, lavagem de dinheiro e corrupção
Monitor das Fraudes

>> Visite o resto do site e leia nossas matérias <<

CLIPPING DE NOTÍCIAS


Acompanhe nosso Twitter

21/05/2010 - Portal Terra Escrever Comentário Enviar Notícia por e-mail Feed RSS

Extração ilegal teria gerado R$ 900 milhões para quadrilha


A Polícia Federal cumpre, nesta sexta-feira, mais de 180 mandados de busca e apreensão e prisão preventiva em diversas cidades dos Estados do Mato Grosso, São Paulo, Paraná, Rio Grande Sul e Espírito Santo. A ação faz parte da Operação Jurupari que investiga a extração, transporte e comércio ilegal de produtos florestais na Amazônia mato-grossense, que teriam causados danos de aproximadamente R$ 900 milhões ao meio ambioente. A quadrilha é acusada, entre outros crimes, de corrupção ativa e passiva, furto, grilagem de terras, falsidade ideológica e inserção de dados falsos em sistema de informática

As investigações que culminaram na realização da operação duraram cerca de dois anos. Segundo a polícia foram encontradas irregularidades praticadas por servidores, engenheiros e proprietários em pelo menos 68 empreendimentos e propriedades rurais.

Entre os investigados estão madeireiros, proprietários rurais, engenheiros florestais e servidores públicos da Secretaria Estadual do Meio Ambiente (SEMA), que eram responsáveis por produzir e aprovar licenciamentos e Planos de Manejo Florestal fraudulentos, necessários à legalização e comércio de madeiras extraídas no interior dessas áreas públicas.

A Justiça Federal em Mato Grosso decretou o sequestro e indisponibilidade dos bens de todos os envolvidos, bem como o afastamento preventivo de todos os servidores indiciados.

Página principal do Clipping   Escreva um Comentário   Enviar Notícia por e-mail a um Amigo
Notícia lida 175 vezes




Comentários


Nenhum comentário até o momento

Seja o primeiro a escrever um Comentário


O artigo aqui reproduzido é de exclusiva responsabilidade do relativo autor e/ou do órgão de imprensa que o publicou (indicados na topo da página) e que detém todos os direitos. Os comentários publicados são de exclusiva responsabilidade dos respectivos autores. O site "Monitor das Fraudes" e seus administradores, autores e demais colaboradores, não avalizam as informações contidas neste artigo e/ou nos comentários publicados, nem se responsabilizam por elas.


Patrocínios




NSC / LSI
Copyright © 1999-2016 - Todos os direitos reservados. Eventos | Humor | Mapa do Site | Contatos | Aviso Legal | Principal