Monitor das Fraudes - O primeiro site lusófono sobre combate a fraudes, lavagem de dinheiro e corrupção
Monitor das Fraudes

>> Visite o resto do site e leia nossas matérias <<

CLIPPING DE NOTÍCIAS


Acompanhe nosso Twitter

18/05/2010 - Canal Rio Claro Escrever Comentário Enviar Notícia por e-mail Feed RSS

Mulher fica presa após tentar enganar delegada para receber seguro

Por: Aristeu Gomes Pepes Filho

A acusada tentou registrar queixa de furto de um veículo Fiat Palio Azul, as 12h30 de ontem, porém a polícia já havia encontrado um dia antes, em uma fazenda de Itirapina, o automóvel totalmente queimado.

Canal Rio Claro e AIPM - Policiais Militares foram acionados a comparecer as 12h30 de ontem, na Rua 2, de fronte ao Centro Cultural, onde S. B. P. S., de 38 anos, moradora na Avenida M-37, bairro Jardim. Floridiana, informou aos PMs que havia estacionado seu veículo naquele local, um Palio Azul, placa CZN - 9225 de Rio Claro, isso por volta das 12h00 e ao retornar por volta das 12h15 notou o desaparecimento do veículo, informando ainda que juntamente com o automóvel teria sido subtraído uma maleta da "proart", na cor prata, contendo Kit de maquiagem e uma bolsa de viagem na cor azul marca "prisma" contendo kits de depilação da "embeleze".

A solicitante foi conduzida ao 3º DP, onde relatou os fatos a autoridade policial Dra. Sueli Isler, após o registro dos fatos a delegada deu voz de prisão em flagrante delito a suposta vítima de furto, por infração ao artigo 171 paragrafo 2º, inciso V, do Código Penal Brasileiro - "Fraude para recebimento de indenização ou valor de seguro".

O motivo do flagrante foi porque os PMs durante o atendimento da ocorrência já tinham conhecimento de que no dia (16), policiais militares de Itirapina haviam localizado um veículo queimado em meio a um canavial, com as mesmas características do que ora estava sendo declarado como produto de furto, ocorre que, quando localizado o veículo, não tinha queixa de furto.

Diante da suposta fraude, conduziram a suposta vítima até o DP, avisaram a delegada que aguardou a vitima registrar o pseudo crime e só após dar voz de prisão em flagrante.

Em diligência uma equipe de investigadores foi até a residência da vítima localizando no seu interior, duas bolsas com a mesma característica transmitidas na queixa do furto.

A autoridade determinou a elaboração de ocorrência e a prisão em flagrante, permanecendo a acusada recolhida a cadeia publica local a disposição da justiça.

Atenderam a ocorrência Sd PM Pereirra e Sd PM Pires.

Página principal do Clipping   Escreva um Comentário   Enviar Notícia por e-mail a um Amigo
Notícia lida 188 vezes




Comentários


Nenhum comentário até o momento

Seja o primeiro a escrever um Comentário


O artigo aqui reproduzido é de exclusiva responsabilidade do relativo autor e/ou do órgão de imprensa que o publicou (indicados na topo da página) e que detém todos os direitos. Os comentários publicados são de exclusiva responsabilidade dos respectivos autores. O site "Monitor das Fraudes" e seus administradores, autores e demais colaboradores, não avalizam as informações contidas neste artigo e/ou nos comentários publicados, nem se responsabilizam por elas.


Patrocínios




NSC / LSI
Copyright © 1999-2016 - Todos os direitos reservados. Eventos | Humor | Mapa do Site | Contatos | Aviso Legal | Principal