Monitor das Fraudes - O primeiro site lusófono sobre combate a fraudes, lavagem de dinheiro e corrupção
Monitor das Fraudes

>> Visite o resto do site e leia nossas matérias <<

CLIPPING DE NOTÍCIAS


Acompanhe nosso Twitter

14/05/2010 - Diário do Nordeste Escrever Comentário Enviar Notícia por e-mail Feed RSS

Paraibano aplicou golpe milionário

Estelionatário montou um escritório e usou 11 identidades falsas para abrir contas, receber cartões e lesar lojas.

Dezenas de cartões de créditos, talões de cheques e documentos falsos ajudavam a construir 11 ´personagens´ completos e prontos para a aplicação de um golpe milionário, descoberto depois de um mês de uma investigação sigilosa realizada pelos inspetores da Delegacia de Defraudações e Falsificações (DDF), sob o comando do delegado de Polícia Civil, José Jaime Paula Pessoa Linhares.

Segundo o titular da DDF, ainda não é possível estimar o total do prejuízo causado aos bancos e outras instituições que foram lesadas pelo paraibano Eduardo Welbert Nogueira de Carvalho, 34, preso na manhã de ontem, quando saía de uma agência bancária, na Aldeota. "Em um rápido levantamento, estimamos que ele teria como obter cerca de um milhão de reais das mais variadas das formas, mas esse valor pode ser ainda maior", ressaltou.

Falso procurador

Eduardo Welbert afirmou na delegacia que é formado em Administração de Empresas. Mas com seus 11 nomes falsos assumiu diferentes profissões, como procurador de Justiça do Estado da Paraíba e até mesmo assessor jurídico da Casa Civil do Estado do Ceará. Com declarações de rendimentos falsas, ele abriu contas em vários bancos.

Conforme o delegado Jaime Linhares, Eduardo está em Fortaleza desde o ano passado. Ele passou a ser investigado, depois da denúncia de uma das instituições financeiras nas quais aplicou um dos seus golpes.

Em duas salas alugadas em um prédio na Avenida Dom Luiz, o acusado planejava as fraudes e recebia toda a correspondência dos bancos e administradoras de cartão.

A Polícia descobriu também que ele comprou um automóvel Citroën C5, que foi apreendido, e contraiu empréstimos de até R$ 50 mil. O acusado já foi preso por estelionato na Paraíba. Aqui, ele foi autuado em flagrante pelo mesmo crime e também responderá por falsificação de documento público, falsificação de documento particular, falsidade ideológica e uso de documento falso.

Página principal do Clipping   Escreva um Comentário   Enviar Notícia por e-mail a um Amigo
Notícia lida 484 vezes




Comentários


Nenhum comentário até o momento

Seja o primeiro a escrever um Comentário


O artigo aqui reproduzido é de exclusiva responsabilidade do relativo autor e/ou do órgão de imprensa que o publicou (indicados na topo da página) e que detém todos os direitos. Os comentários publicados são de exclusiva responsabilidade dos respectivos autores. O site "Monitor das Fraudes" e seus administradores, autores e demais colaboradores, não avalizam as informações contidas neste artigo e/ou nos comentários publicados, nem se responsabilizam por elas.


Patrocínios




NSC / LSI
Copyright © 1999-2016 - Todos os direitos reservados. Eventos | Humor | Mapa do Site | Contatos | Aviso Legal | Principal