Monitor das Fraudes - O primeiro site lusófono sobre combate a fraudes, lavagem de dinheiro e corrupção
Monitor das Fraudes

>> Visite o resto do site e leia nossas matérias <<

CLIPPING DE NOTÍCIAS


Acompanhe nosso Twitter

13/05/2010 - Gazeta Web Escrever Comentário Enviar Notícia por e-mail Feed RSS

Fraude do cartório: polícia diz que cinco serão indiciados

Delegado Rodrigo Cavalcante revela que mais quatro pessoas serão interrogadas sobre esquema investigado no sertão alagoano.

O delegado Rodrigo Cavalcante revelou que, pelo menos cinco pessoas serão indiciadas no inquérito que apura irregularidades na transferência de veículos na região do Sertão Alagoas em um esquema que ficou conhecido como “Fraude do Cartório”.

Na manhã desta quinta-feira (13), o delegado interrogou o empresário José Ailton de Santana, o “Neguinho”, e o funcionário da 7ª Ciretran de Delmiro Gouveia, Denis dos Santos, presos na segunda-feira (10), em uma operação da Polícia Civil de Alagoas.

“Neguinho” negou todas as acusações, apesar das inúmeras provas existentes no inquérito, inclusive os depoimentos de oito testemunhas que confirmaram intermediação dele no reconhecimento de firmas feito de forma fraudulenta.

Dênis dos Santos, pertencente a uma família de grande poder econômico na região, também negou participação nos crimes. Ele é acusado inclusive de favorecer uma empresa de emplacamento de carros, pertencente a sua esposa Rosimeire Clemente.

Os interrogatórios foram tomados na presença de três advogados. As investigações comprovaram que “Neguinho” e Denis dos Santos tiveram participação direta no golpe que fazia a transferência de automóveis, por meio de falsificação da firma dos proprietários dos referidos veículos no cartório de São José da Tapera.

Além dos dois acusados, também serão indiciados o dono do cartório, Pedro Barreto Muniz, 42 anos; o irmão dele Roberto Barreto Muniz, 50, e Márcia dos Anjos Barreto Muniz (esposa de Roberto) que foram presos no final do mês passado e confessaram participação na fraude. Maria Fernanda Sá Pontes, também envolvida na fraude, teve prisão decretada, mas está foragida.

O delegado Rodrigo Cavalcante informou que mais quatro pessoas serão interrogadas no inquérito e existe a possibilidade de proprietários de concessionários serem chamados a depor.

O delegado Maurício Henrique, diretor da DPJA-2 (Diretoria de Polícia Judiciária da Área 2), que comanda as investigações, acrescentou que diante da complexidade do inquérito já solicitou prorrogação de prazo para sua conclusão. O pedido foi encaminhado à 17ª Vara Criminal que expediu os mandados de prisão contra os envolvidos.

Página principal do Clipping   Escreva um Comentário   Enviar Notícia por e-mail a um Amigo
Notícia lida 238 vezes




Comentários


Nenhum comentário até o momento

Seja o primeiro a escrever um Comentário


O artigo aqui reproduzido é de exclusiva responsabilidade do relativo autor e/ou do órgão de imprensa que o publicou (indicados na topo da página) e que detém todos os direitos. Os comentários publicados são de exclusiva responsabilidade dos respectivos autores. O site "Monitor das Fraudes" e seus administradores, autores e demais colaboradores, não avalizam as informações contidas neste artigo e/ou nos comentários publicados, nem se responsabilizam por elas.


Patrocínios




NSC / LSI
Copyright © 1999-2016 - Todos os direitos reservados. Eventos | Humor | Mapa do Site | Contatos | Aviso Legal | Principal