Monitor das Fraudes - O primeiro site lusófono sobre combate a fraudes, lavagem de dinheiro e corrupção
Monitor das Fraudes

>> Visite o resto do site e leia nossas matérias <<

CLIPPING DE NOTÍCIAS


Acompanhe nosso Twitter

26/04/2007 - O Globo Escrever Comentário Enviar Notícia por e-mail Feed RSS

Golpe do dinheiro fácil faz vítimas no ABC paulista


SÃO PAULO - Uma quadrilha que oferecia facilidades para a concessão de empréstimos foi presa em Santo André, no ABC paulista. Odair Vagner Gonçalves, que comandava o esquema, já cumpriu pena por estelionato. A mulher dele e um outro criminoso também foram detidos. O interessado tinha que pagar uma taxa para que o negócio fosse concretizado.

O grupo anunciava no jornal um negócio tentador: um empréstimo sem burocracia e a juros bem mais baixos do que os praticados no mercado. A mesma oferta também era colocada na internet e o interessado tinha que fazer tudo por telefone. Uma mulher que não quis se identificar achou que conseguiria pagar todas as dívidas.

- Eu ia pagar todas as minhas dívidas e ficar com uma só: esse empréstimo - conta a vítima do golpe.

Num outro caso, o golpista ofereceu um empréstimo de R$ 50 mil que poderia ser pago em 180 parcelas de R$ 320. Mas antes o interessado precisava pagar um seguro de 5% sobre os R$ 50 mil.

Num grampo telefônico, o golpista explicou à vítima que essa taxa servia para liberar o empréstimo. Caso o interessado não pudesse pagar toda a taxa, era possível pagar um percentual dela. A vítima confirmou o pagamento e o criminoso disse que iria agilizar o processo e que retornaria a ligação. O dinheiro, no entanto, nunca chegaria.

Os bandidos também vendiam carros que não existem. Um comprador pagou uma entrada de R$ 5,6 mil por um veículo que nunca vai dirigir. Em apenas uma semana de investigação, a polícia acredita que pelo menos 50 pessoas caíram na conversa dos bandidos. Ainda não se sabe desde quando a quadrilha agia. Por isso, o número de vítimas pode ser bem maior.

- Em primeiro lugar, negócio por telefone não se deve fazer. Em segundo lugar, não existe essa história de pagar juros muito baixos, tem que ser os juros do mercado - alerta o delegado Paulo Negrão.

A polícia também recomenda que não sejam enviadas cópias de documentos por fax. Dessa forma, evita-se que os criminosos utilizem os dados para abrir contas bancárias falsas.

Página principal do Clipping   Escreva um Comentário   Enviar Notícia por e-mail a um Amigo
Notícia lida 337 vezes




Comentários


Nenhum comentário até o momento

Seja o primeiro a escrever um Comentário


O artigo aqui reproduzido é de exclusiva responsabilidade do relativo autor e/ou do órgão de imprensa que o publicou (indicados na topo da página) e que detém todos os direitos. Os comentários publicados são de exclusiva responsabilidade dos respectivos autores. O site "Monitor das Fraudes" e seus administradores, autores e demais colaboradores, não avalizam as informações contidas neste artigo e/ou nos comentários publicados, nem se responsabilizam por elas.


Patrocínios




NSC / LSI
Copyright © 1999-2016 - Todos os direitos reservados. Eventos | Humor | Mapa do Site | Contatos | Aviso Legal | Principal