Monitor das Fraudes - O primeiro site lusófono sobre combate a fraudes, lavagem de dinheiro e corrupção
Monitor das Fraudes

>> Visite o resto do site e leia nossas matérias <<

CLIPPING DE NOTÍCIAS


Acompanhe nosso Twitter

12/05/2010 - Jornal de Angola Escrever Comentário Enviar Notícia por e-mail Feed RSS

Estudantes universitários envolvidos em fraude

Por: Roque Silva


A Universidade Independente de Angola (UNIA) informou ontem, à imprensa, que o sistema de registo electrónico de consulta de notas dos estudantes foi invadido, o que culminou na alteração da pontuação de alguns alunos.
Segundo o vice-reitor para os assuntos científicos daquela instituição, Nuno Gomes, as irregularidades no sistema automático foram detectadas graças a um alerta de docentes.
As suspeitas surgiram entre Novembro e Dezembro de 2009, durante defesas de trabalhos de fim de curso, em que alguns professores reconheceram estudantes reprovados na sua disciplina. Outro motivo que levou a direcção a uma série de desconfianças, referiu, é o facto de os alunos dos últimos anos pressionarem de forma suspeita na entrega de certificados e declarações para efeito de trabalho, esclareceu o vice-reitor para os assuntos científicos da UNIA. “Após um processo de averiguação, foram identificadas algumas notas alteradas e acrescentadas, sem suporte documental que justifique, que são pautas assinadas pelo docente responsável de cada disciplina”, comentou. O vice-reitor para os assuntos científicos da Universidade Independente de Angola, Nuno Gomes, garantiu que foram comprovados os acessos ilícitos, inclusive fora das horas de expediente, utilizando palavras-chaves usurpadas a funcionários.
Nuno Gomes esclareceu quem foram os beneficiados descobertos após uma auditoria, e que os presumíreis autores da fraude são estudantes e funcionários do centro informático da universidade. Os suspeitos foram suspensos da actividade laboral. O vice-reitor para os assuntos científicos da UNIA afirmou que o sistema de segurança já foi reforçado e alterado para o “Sistema Biométrico” (com reconhecimento de impressões digitais), e está em fase de actualização.
Considerando a gravidade da situação, disse, a direcção da universidade suspendeu todos os actos administrativos relacionados com a emissão de certificados, declarações e informações de notas durante o período da auditoria.
O caso está entregue à Direcção Provincial de Investigação Criminal de Luanda, e neste momento sob averiguação. Decidiu tornar pública a informação no sentido de alertar as instituições do país, em particular as universidades, por formas a estarem cada vez mais atentas a esse tipo de fraudes.
A Universidade Independente de Angola tem cerca de cinco anos, e lecciona os cursos de Engenharia Civil, Engenharia de Recursos Naturais e Ambiente, Engenharia Electrónica e Telecomunicações, Ciências de Comunicação, Gestão e Marketing e Direito.

Página principal do Clipping   Escreva um Comentário   Enviar Notícia por e-mail a um Amigo
Notícia lida 215 vezes




Comentários


Nenhum comentário até o momento

Seja o primeiro a escrever um Comentário


O artigo aqui reproduzido é de exclusiva responsabilidade do relativo autor e/ou do órgão de imprensa que o publicou (indicados na topo da página) e que detém todos os direitos. Os comentários publicados são de exclusiva responsabilidade dos respectivos autores. O site "Monitor das Fraudes" e seus administradores, autores e demais colaboradores, não avalizam as informações contidas neste artigo e/ou nos comentários publicados, nem se responsabilizam por elas.


Patrocínios




NSC / LSI
Copyright © 1999-2016 - Todos os direitos reservados. Eventos | Humor | Mapa do Site | Contatos | Aviso Legal | Principal