Monitor das Fraudes - O primeiro site lusófono sobre combate a fraudes, lavagem de dinheiro e corrupção
Monitor das Fraudes

>> Visite o resto do site e leia nossas matérias <<

CLIPPING DE NOTÍCIAS


Acompanhe nosso Twitter

12/05/2010 - G1 Escrever Comentário Enviar Notícia por e-mail Feed RSS

Idosos são vítimas preferidas de estelionatários

Conheça a lista de golpes mais comuns aplicados. Nunca tratar por telefone assuntos envolvendo dinheiro é uma dica.

Os idosos são as grandes vítimas de golpistas e, para deixá-los no prejuízo, o estelionatário tenta de tudo: empréstimo falso, reajuste atrasado, recadastramento bancário, previdência. Dos principais golpes aplicados em idosos um deles é golpe do recadastramento bancário. O golpista liga para a vítima e diz que é funcionário do banco em que ela tem conta. Ele convence o idoso a fazer uma atualização dos dados e pede para ele digitar os números da agência, da conta e da senha. Com equipamentos que identificam os sinais sonoros dos números digitados, os golpistas conseguem ter acesso aos dados da vítima.

No golpe do reajuste atrasado, o golpista age principalmente na saída de bancos e se identifica como funcionário de algum sindicato. Ele diz que o aposentado tem direito a receber reajustes atrasados e se oferece para solicitar o benefício à Previdência Social. Assim o golpista consegue os documentos da vítima e um valor em dinheiro que ele diz que para as despesas.

“O golpista já escolhe o perfil da pessoa e prefere o idoso porque ele tem mais acesso. O jovem é mais difícil, vai pegar uma informação ele vai acabar dando muito superficialmente e continua andando não dá muita atenção”, diz o delegado Eduardo Gobetti, titular da Terceira Delegacia de Investigações Gerais.

E são muitos os golpes investigados pela polícia. O falso mecânico: é quando o carro quebra no meio da rua. Alguém aparece dizendo que é mecânico, acaba levando o dinheiro da vítima e não arrumando nada.

No golpe do empréstimo falso, o idoso encontra num jornal uma empresa que empresta dinheiro, mas na verdade não passa de um grupo de estelionatários. Eles dispensam o fiador, mas pedem uma quantia no lugar. A vítima acaba depositando o valor pedido, mas nunca vê a cor do dinheiro.

Não existem dados estatísticos desses golpes. Segundo o delegado, normalmente os idosos não registram ocorrência por vergonha, mas a orientação é que as vítimas procurem a polícia sim. Só assim pode começar uma investigação que acabe levando os golpistas à cadeia.

Veja algumas dicas para não ser mais uma vítima:

- Evitar conversar com pessoas estranhas. E não dê detalhes da vida pessoal.
- Nunca trate por telefone com desconhecidos assuntos envolvendo quantias em dinheiro.
- O carro quebrou, não deixe ninguém mexer no veículo. Chame o guincho e tranque o veículo.
- Se precisar de empréstimo, procure bancos e instituições financeiras já conhecidas no mercado.

Página principal do Clipping   Escreva um Comentário   Enviar Notícia por e-mail a um Amigo
Notícia lida 187 vezes




Comentários


Nenhum comentário até o momento

Seja o primeiro a escrever um Comentário


O artigo aqui reproduzido é de exclusiva responsabilidade do relativo autor e/ou do órgão de imprensa que o publicou (indicados na topo da página) e que detém todos os direitos. Os comentários publicados são de exclusiva responsabilidade dos respectivos autores. O site "Monitor das Fraudes" e seus administradores, autores e demais colaboradores, não avalizam as informações contidas neste artigo e/ou nos comentários publicados, nem se responsabilizam por elas.


Patrocínios




NSC / LSI
Copyright © 1999-2016 - Todos os direitos reservados. Eventos | Humor | Mapa do Site | Contatos | Aviso Legal | Principal