Monitor das Fraudes - O primeiro site lusófono sobre combate a fraudes, lavagem de dinheiro e corrupção
Monitor das Fraudes

>> Visite o resto do site e leia nossas matérias <<

CLIPPING DE NOTÍCIAS


Acompanhe nosso Twitter

10/05/2010 - Jornal do Comércio Escrever Comentário Enviar Notícia por e-mail Feed RSS

Grécia e as prostituídas fraudes no mercado financeiro


Que tempos. O Brasil vai colaborar com US$ 286 milhões para o pacote de auxílio financeiro à Grécia. Mas fraudes, vigaristas e pessoas incautas que caem na conversa de espertalhões existem desde tempos imemoriais. O que interessa, agora, é se o caos da Grécia se espalhará pela Europa e chegará ao Brasil. Analistas dizem que não tem como evitar. Afinal, os títulos emitidos pelos governos da União Europeia (UE) chegam a 3 trilhões de euros. “O Brasil possui mais de US$ 245 bilhões de reservas e não será afetado pela crise na Europa”, sentenciou Guido Mantega. Angela Merkel, da Alemanha, chamou de traidores os bancos que especularam com as dívidas de países em dificuldades. Paul Krugman, em Nova Iorque, disse que a Grécia não é o próximo banco Lehman Brothers. Mas dia 6 de maio houve uma queda de mil pontos do índice Dow Jones. Porém, o clima melhorou no dia 7 de maio. Wall Street prepara-se para recuperação esta semana, após uma de suas mais tumultuadas sessões, quando um aparente erro de registro de uma operação pegou o mercado órfão de segurança e desencadeou uma espiral de baixas. A tensão sobre a Grécia e o seu contágio permanece, mas a Alemanha aprovou ajuda de 22,4 bilhões de euros aos gregos. Hoje, as bolsas estão interligadas. Com um simples enter no teclado, milhões ou bilhões de ienes, euros e dólares passam de um investimento para outro. Com lucro ou com perdas notáveis.

Pois o francês Jérôme Kerviel, ex-operador de mercado do banco Société Générale, acusado de operações fraudulentas que causaram prejuízos de quase 5 bilhões de euros à instituição em 2008, comparou os operadores a prostitutas no livro sobre sua história, lançado na França. Segundo ele, “no seio da grande orgia bancária, os traders têm direito ao mesmo tipo de consideração que qualquer prostituta: o reconhecimento rápido de que o dia foi bom”. Jérôme Kerviel, 33 anos, dissimilou operações fictícias e movimentou astronômicos 50 bilhões de euros, um valor bem superior ao patrimônio líquido do banco. E o Ministério Público da Suíça acusou o banqueiro suíço Oskar Holenweger de ter mediado o pagamento de supostas propinas da empresa Alstom para garantir contratos públicos no Brasil. Por tudo isso, deve-se aprovar a regulação financeira de Barack Obama. O pior é que tomadas de posições nos mercados como as de Jérôme Kerviel podem acontecer novamente. Confirmando o que disse o jovem francês, uma das vítimas de outro fraudador, Bernard Madoff, também lançará um livro. Nele, Sheryl Weinstein revela que teve uma relação íntima com Madoff durante mais de 20 anos. A autora, 60 anos, é uma das suas vítimas. O financista foi condenado a 150 anos de prisão pela maior fraude da história de Wall Street. O golpe de Madoff consistiu em montar, a partir de 1979, um “esquema Ponzi”, nome do autor da primeira “pirâmide” no mundo, oferecendo investimentos com alta rentabilidade e nos quais os investidores antigos tinham seus resgates financiados com o dinheiro dos novos. Enfim, a importância da riqueza e do poder provém da capacidade que conferem às pessoas de fazerem muito mal ou muito bem.

Página principal do Clipping   Escreva um Comentário   Enviar Notícia por e-mail a um Amigo
Notícia lida 209 vezes




Comentários


Nenhum comentário até o momento

Seja o primeiro a escrever um Comentário


O artigo aqui reproduzido é de exclusiva responsabilidade do relativo autor e/ou do órgão de imprensa que o publicou (indicados na topo da página) e que detém todos os direitos. Os comentários publicados são de exclusiva responsabilidade dos respectivos autores. O site "Monitor das Fraudes" e seus administradores, autores e demais colaboradores, não avalizam as informações contidas neste artigo e/ou nos comentários publicados, nem se responsabilizam por elas.


Patrocínios




NSC / LSI
Copyright © 1999-2016 - Todos os direitos reservados. Eventos | Humor | Mapa do Site | Contatos | Aviso Legal | Principal