Monitor das Fraudes - O primeiro site lusófono sobre combate a fraudes, lavagem de dinheiro e corrupção
Monitor das Fraudes

>> Visite o resto do site e leia nossas matérias <<

CLIPPING DE NOTÍCIAS


Acompanhe nosso Twitter

09/05/2010 - R7 Escrever Comentário Enviar Notícia por e-mail Feed RSS

Suspeita de fraude em concurso da Caixa causa tumulto em São Paulo

Cerca de cem inscritos não possuem o nome na lista de candidatos.

Cerca de cem candidatos se negam a fazer a prova do Concurso da Caixa Econômica Federal, na tarde deste domingo (9), na capital paulista.

Segundo uma das concursandas, que não quis se identificar, os inscritos suspeitam de fraude no processo seletivo e isso causou um tumulto no prédio 9 da FMU (Faculdades Metropolitanas Unidas), no bairro da Liberdade.

- Meu nome não está na lista, assim como de muita gente aqui. Nem as provas, nem as folhas de respostas são nominais. Isso é um absurdo, uma palhaçada!

Ricardo Carmona, diretor do Cespe/ UnB (Centro de Seleção de Promoção de Eventos da Universidade de Brasília), organizadora do concurso, afirma que os candidatos sem nome na lista se dirigiram para o endereço errado.

- Eles (candidatos sem nome na lista) não imprimiram o comprovante de inscrição que informava o local correto das provas para cada um. Estão no prédio errado, dos candidatos aos cargos da área de tecnologia da informação, mas concorrem às vagas de administrativo geral.

A concursanda no local discorda e afirma que apresentou seu comprovante de inscrição e de pagamento do concurso.

- Todos aqui estão com todos os documentos necessários. Isso é mentira da organização e dessa maneira não faremos as provas. Isso é um sinal de fraude.

Segundo o diretor, funcionários da Cespe deslocaram os diferentes tipos de provas e folhas de respostas especiais aos cerca de cem candidatos e que eles terão o tempo previsto no edital para realizar o exame a contar na entrada da sala.

- Não temos o dever de fazer isso, mas deslocamos provas e folhas de respostas não nominais. Eles preencherão com seus nomes e terão três horas como todos os outros candidatos. A existência de mais de um tipo de prova não signfica fraude.

Até às 16h15, a reportagem do R7 conversou por telefone com a candidata no local que afirmou estar ainda no lado de fora da sala.

Página principal do Clipping   Escreva um Comentário   Enviar Notícia por e-mail a um Amigo
Notícia lida 203 vezes




Comentários


Autor e data do comentário: João Alexandre Júnior - 12/05/2010 07:41

Tem que haver uma lei específica sobre os concursos públicos para evitar fraudes. Com sugestões dos concurseiros no texto da lei visando a lisura do concurso.



O artigo aqui reproduzido é de exclusiva responsabilidade do relativo autor e/ou do órgão de imprensa que o publicou (indicados na topo da página) e que detém todos os direitos. Os comentários publicados são de exclusiva responsabilidade dos respectivos autores. O site "Monitor das Fraudes" e seus administradores, autores e demais colaboradores, não avalizam as informações contidas neste artigo e/ou nos comentários publicados, nem se responsabilizam por elas.


Patrocínios




NSC / LSI
Copyright © 1999-2016 - Todos os direitos reservados. Eventos | Humor | Mapa do Site | Contatos | Aviso Legal | Principal