Monitor das Fraudes - O primeiro site lusófono sobre combate a fraudes, lavagem de dinheiro e corrupção
Monitor das Fraudes

>> Visite o resto do site e leia nossas matérias <<

CLIPPING DE NOTÍCIAS


Acompanhe nosso Twitter

07/05/2010 - Portal Correio / Brejo.com Escrever Comentário Enviar Notícia por e-mail Feed RSS

Alerta: Guarabirense cai no golpe do celular e perde R$ 700

Por: Simone Bezerril


Quem nunca recebeu uma mensagem comunicando sobre supostas premiações de carros, casas ou dinheiro em espécie? Esse é o famoso golpe do celular que vem fazendo vítimas em todo o país, inclusive na região do Brejo.

Desta vez, os golpistas conseguiram trapacear uma dona de casa guarabirense, que apenas concordou em conceder uma entrevista ao portal brejo.com para alertar as pessoas sobre essa façanha e evitar que outros cidadãos sejam lesados pelo golpe, que além de provocar desgastes psicológicos, acarreta prejuízos financeiros.

A senhora, que não quis se identificar, perdeu R$ 700 após a falsa notícia de que tinha sido contemplada com uma casa no valor de R$ 120 mil, ou caso não quisesse o imóvel receberia o dinheiro em espécie. Preste atenção na história para não ser mais uma vítima do golpe do celular.

Saiba como ocorreu o caso

Às 22h do último sábado, a senhora recebeu uma mensagem informando que tinha sido selecionada para receber um prêmio de R$ 120 mil ou uma casa de mesmo valor em qualquer lugar do país.

Na mensagem dizia que a premiação se tratava de uma promoção da marca Nestlé. Também continha um número para o ‘premiado’ retornar.

Ao ligar para o número indicado, a guarabirense foi atendida por um rapaz que se identificou como diretor geral do departamento de atendimento da Rede Record. O suposto funcionário da emissora confirmou o prêmio. Surpresa, a senhora questionou: “Como posso ser ganhadora de alguma coisa se não estou participando de nenhuma promoção?”. Demonstrando seriedade, o rapaz disse que ela tinha sido selecionada devido ter assinado o plano da Infinity Pré, disponibilizado pela operadora Tim.

Depois da conversa inicial, o golpista pediu a senhora que retornasse a ligação no dia seguinte. No domingo, ela voltou a entrar em contado com o rapaz. Dessa vez, lhe mandaram pronunciar a frase “Sou fã do Gugu”, e, em seguida, informar o nome.

Segundo a senhora, o rapaz comunicou que ninguém poderia saber do caso, sob a penalidade de perder o prêmio. “Não comentei com vizinhos, apenas disse a alguns familiares, que, aliás, me alertaram sobre um possível golpe, mas não acreditei, tava animada com a possibilidade de ganhar o dinheiro”, relatou a vítima.

A senhora manteve conversa, por telefone, com o golpista durante todo o domingo. Ele disse que ela teria que seguir alguns requisitos para ganhar os R$ 120 mil. A partir de então, deu-se início o golpe.

Golpe

O golpista informou à senhora que o prêmio tinha os patrocínios da Nestlé, Coca-cola e TIM. “Ele falou que eu deveria comprar dois produtos da Nestlé, um refrigerante e cinco cartões de recarga TIM ou Claro”, disse a senhora.

Após comprar os itens, o rapaz pediu o código de cada produto adquirido e o valor correspondente, sob a alegação de que a promoção visava realizar doações para pessoas carentes. Ele relatou que era necessário saber o valor da contribuição da “premiada”.

Para atribuir mais seriedade ao golpe, o rapaz informou que todo valor doado seria reembolsado pelo apresentador Gugu, que chagaria a casa da vítima no final da tarde de domingo. Ele também alertou que tanto os produtos como os cartões deveriam ser mostrados ao artista da Record.

“Fiquei entusiasmada com a chegada de Gugu a minha residência. Então, comprei os cartões e repassei seus números pelo celular”. A euforia aumentou quando fui informada que já tinha ganhado um automóvel”.

Reforçando a notícia de que Gugu chegaria a casa da vítima às 16h, inclusive informando que o apresentador já se encontrava em um hotel da cidade, o golpista se aproveitava para pedir que fossem comprados outros cartões. “Primeiro me pediu cinco recargas da TIM, depois cinco da Claro. Mais tarde, me mandou fazer quatro recargas de R$ 50”, explicou a guarabirense.

Após explorar a vítima, em R$ 700, o rapaz comunicou que Gugu só visitaria sua casa caso fossem efetuados mais R$ 200 de recargas. “Disse que não tinha mais dinheiro, então me falaram que sendo assim eu não poderia receber o apresentador nem ser contemplada com a premiação”.

Devido estar empolgada com o prêmio, a vítima, que tenhe renda familiar não superior a dois salários, relatou que pediu dinheiro emprestado para atender as solicitações dos golpistas.'

Página principal do Clipping   Escreva um Comentário   Enviar Notícia por e-mail a um Amigo
Notícia lida 218 vezes




Comentários


Nenhum comentário até o momento

Seja o primeiro a escrever um Comentário


O artigo aqui reproduzido é de exclusiva responsabilidade do relativo autor e/ou do órgão de imprensa que o publicou (indicados na topo da página) e que detém todos os direitos. Os comentários publicados são de exclusiva responsabilidade dos respectivos autores. O site "Monitor das Fraudes" e seus administradores, autores e demais colaboradores, não avalizam as informações contidas neste artigo e/ou nos comentários publicados, nem se responsabilizam por elas.


Patrocínios




NSC / LSI
Copyright © 1999-2016 - Todos os direitos reservados. Eventos | Humor | Mapa do Site | Contatos | Aviso Legal | Principal