Monitor das Fraudes - O primeiro site lusófono sobre combate a fraudes, lavagem de dinheiro e corrupção
Monitor das Fraudes

>> Visite o resto do site e leia nossas matérias <<

CLIPPING DE NOTÍCIAS


Acompanhe nosso Twitter

04/05/2010 - O Globo Online Escrever Comentário Enviar Notícia por e-mail Feed RSS

Segue foragido falso ginecologista acusado de abusar de pacientes em Minas Gerais


BELO HORIZONTE - Segue foragido um dos dois homens acusados de atuar como falsos médicos ginecologistas e abusar de pacientes em Carmo do Paranaíba, Minas Gerais. A delegada Débora Mariana Jardim começou a ouvir nesta segunda-feira as vítimas dos dois supostos falsos médicos.

Os supostos médicos, Thiago do Espírito Santo Rangel e Ivan Alves da Silva, trabalharam como contratados no Programa Saúde da Família (PSF) e no pronto atendimento médico de Carmo do Paranaíba por 53 dias. Os dois apresentaram diplomas de uma faculdade de Medicina de Nova Iguaçu, no Rio de Janeiro. Ivan foi preso no sábado no Rio de Janeiro. Thiago continua foragido.

Uma mulher que foi atendida por um dos médicos confirmou a acusação de abuso. Segundo ela, ele pediu para que ela tirasse a roupa e chegou a tocá-la.

- Eu espero justiça. A justiça tem que ser feita - diz.

Os dois devem ser indiciados por abuso sexual, falsidade ideológica, uso de documento falso e exercício ilegal da profissão. Os supostos falsos médicos foram descobertos depois que alguns pacientes tentaram comprar remédios receitados por eles numa farmácia da cidade. Os medicamentos fazem parte do Programa Farmácia Popular e, para comprá-los, era preciso registrar o numero do CRM do médico. Conforme o dono da farmácia, Eder Castro, o sistema do estabelecimento busca o CRM do médico e quando não encontra ou é irregular recusa o mesmo.

- Informei a Secretaria de Saúde, que começou a investigar - afirma Castro.

Segundo a secretária de Saúde, eles não levantaram nenhuma suspeita. A dona de casa Renata Correa conta que foi atendida por Thiago e ficou surpresa com o diagnóstico.

- Estou caindo na rua com crise de labirintite e ele me receitou remédio para sinusite - reclama.

Depois da suspeita, os postos de saúde estão sem atendimento médico. O caso foi encaminhado à polícia e ao Ministério Público.

Ainda segundo o Secretaria de Saúde, todos os pacientes que foram atendidos pelos falsos médicos serão chamados para uma nova avaliação médica. A faculdade de Medicina de Nova Iguaçu informou por telefone que para comprovar a autenticidade dos diplomas precisa analisar os documentos.

Página principal do Clipping   Escreva um Comentário   Enviar Notícia por e-mail a um Amigo
Notícia lida 213 vezes




Comentários


Nenhum comentário até o momento

Seja o primeiro a escrever um Comentário


O artigo aqui reproduzido é de exclusiva responsabilidade do relativo autor e/ou do órgão de imprensa que o publicou (indicados na topo da página) e que detém todos os direitos. Os comentários publicados são de exclusiva responsabilidade dos respectivos autores. O site "Monitor das Fraudes" e seus administradores, autores e demais colaboradores, não avalizam as informações contidas neste artigo e/ou nos comentários publicados, nem se responsabilizam por elas.


Patrocínios




NSC / LSI
Copyright © 1999-2016 - Todos os direitos reservados. Eventos | Humor | Mapa do Site | Contatos | Aviso Legal | Principal