Monitor das Fraudes - O primeiro site lusófono sobre combate a fraudes, lavagem de dinheiro e corrupção
Monitor das Fraudes

>> Visite o resto do site e leia nossas matérias <<

CLIPPING DE NOTÍCIAS


Acompanhe nosso Twitter

05/05/2010 - Sol Escrever Comentário Enviar Notícia por e-mail Feed RSS

Funcionários lesaram Hospital de S. João em cerca de 158 mil euros

Os funcionários do Hospital de S. João (HSJ), no Porto, que alegadamente fizeram uma utilização abusiva de benefícios da ADSE, lesaram o hospital em «cerca de 158 mil euros», disse hoje à Lusa fonte da administração.

A mesma fonte referiu que o caso envolve «cerca de 70 pessoas», mas alertou que «até se fazer a prova, não há culpados».

O que existe, adiantou a fonte da administração, é um inquérito interno que se soma ao processo de investigação do Ministério Público.

O HSJ divulgou, entretanto, um comunicado onde refere que uma auditoria «detectou indícios de utilização abusiva de benefícios da ADSE» e que, perante as suspeitas, o conselho de administração «determinou a sua comunicação ao Ministério Público bem como a instauração de um inquérito interno».

O documento refere, ainda, que o conselho de administração «está determinado em continuar a acção que vem desenvolvendo no sentido de combater práticas ilícitas».

De acordo com a edição de hoje do Jornal de Notícias, o esquema da fraude passava por efectuar tratamentos corporais numa clínica privada do Porto a custo zero, com a comparticipação da ADSE.

O diário esclarece que os trabalhadores (sobretudo mulheres) pediam uma receita a um médico, para tratamentos de drenagem linfática, e dirigiam-se à clínica, onde recebiam massagens corporais.

Os funcionários apresentavam, depois, ao hospital, as facturas emitidas pela clínica, para reembolso da ADSE, escreve o matutino.

Página principal do Clipping   Escreva um Comentário   Enviar Notícia por e-mail a um Amigo
Notícia lida 203 vezes




Comentários


Nenhum comentário até o momento

Seja o primeiro a escrever um Comentário


O artigo aqui reproduzido é de exclusiva responsabilidade do relativo autor e/ou do órgão de imprensa que o publicou (indicados na topo da página) e que detém todos os direitos. Os comentários publicados são de exclusiva responsabilidade dos respectivos autores. O site "Monitor das Fraudes" e seus administradores, autores e demais colaboradores, não avalizam as informações contidas neste artigo e/ou nos comentários publicados, nem se responsabilizam por elas.


Patrocínios




NSC / LSI
Copyright © 1999-2016 - Todos os direitos reservados. Eventos | Humor | Mapa do Site | Contatos | Aviso Legal | Principal