Monitor das Fraudes - O primeiro site lusófono sobre combate a fraudes, lavagem de dinheiro e corrupção
Monitor das Fraudes

>> Visite o resto do site e leia nossas matérias <<

CLIPPING DE NOTÍCIAS


Acompanhe nosso Twitter

03/05/2010 - Jornal Stylo Escrever Comentário Enviar Notícia por e-mail Feed RSS

Falso vigário é preso por estelionato em Augustinópolis


Carlos Alberto de Mattos Novaes, de 63 anos, foi preso na manhã deste domingo, 2, acusado de estelionato, na cidade de Augustinópolis, a 605 Km de Palmas.

Toda a operação foi desencadeada pelo Delegado Geral da Polícia Civil, Gilson Souza, Polícia Interestadual e de Capturas (Polinter), Serviço de Inteligência da Polícia Civil e Delegacia de Polícia de Augustinópolis.

O homem que se passava por ex-padre da Igreja Ortodoxa e se dizia presidente de uma fundação beneficente aplicava golpes nos moradores do município.

Segundo informações da Polícia, Novaes, abriu a Creche Caminho de Jesus em Augustinópolis e prometeu à população a construção de pelo menos 200 casas populares e uma delegacia na cidade, além de 100 moradias no município de Praia Norte.

O falso religioso arrecadava dinheiro das pessoas com a promessa das benfeitorias nas cidades e que buscaria o restante dos recursos financeiros junto ao Governo Federal, mas nunca cumpriu as promessas.

De acordo com a Polícia, Novaes tem quatro mandados de prisão expedidos contra ele nos estados do Rio Grande do Norte, São Paulo, Brasília e Amapá. No município de Tangará (RN), ele foi condenado a mais de 15 anos de prisão, cumpriu 5 e fugiu da cadeia quando foi beneficiado com o regime semi-aberto.

As investigações da Polícia Civil constataram que Carlos teria aplicado o golpe também nos estados de Goiás, Pernambuco, entre outros. Em depoimento, disse à Polícia que tem consciência de pelo menos 13 mandados de prisão contra ele, mas que já teria cumprido as penas.

Ele estava em Augustinópolis a cerca de 5 meses e a Polícia estima que mais de 100 pessoas tenham sido vítimas do golpe. Somente nesta manhã, mais de 40 pessoas compareceram à Delegacia de Augustinópolis, vítimas de Novaes.

Ele está preso e deve permanecer à disposição da Justiça.

Um site foi criado para alertar às pessoas de como o criminoso agia, além de conter depoimentos de vítimas e telefones para denunciarem o criminoso.

Página principal do Clipping   Escreva um Comentário   Enviar Notícia por e-mail a um Amigo
Notícia lida 249 vezes




Comentários


Nenhum comentário até o momento

Seja o primeiro a escrever um Comentário


O artigo aqui reproduzido é de exclusiva responsabilidade do relativo autor e/ou do órgão de imprensa que o publicou (indicados na topo da página) e que detém todos os direitos. Os comentários publicados são de exclusiva responsabilidade dos respectivos autores. O site "Monitor das Fraudes" e seus administradores, autores e demais colaboradores, não avalizam as informações contidas neste artigo e/ou nos comentários publicados, nem se responsabilizam por elas.


Patrocínios




NSC / LSI
Copyright © 1999-2016 - Todos os direitos reservados. Eventos | Humor | Mapa do Site | Contatos | Aviso Legal | Principal