Monitor das Fraudes - O primeiro site lusófono sobre combate a fraudes, lavagem de dinheiro e corrupção
Monitor das Fraudes

>> Visite o resto do site e leia nossas matérias <<

CLIPPING DE NOTÍCIAS


Acompanhe nosso Twitter

21/04/2007 - Gazeta do Sul Escrever Comentário Enviar Notícia por e-mail Feed RSS

Aprenda a se proteger da publicidade enganosa e abusiva


Todos os dias nos deparamos com dezenas de propagandas, em revistas, jornais, televisão e outdoors. E em meio a essa enxurrada de anúncios, podemos acabar sendo enganados por mentiras ou meias-verdades. Mas, conforme alerta o diretor-presidente do Instituto Brasileiro de Estudo e Defesa das Relações de Consumo (Ibedec), José Geraldo Tardin, o Código de Defesa do Consumidor (CDC) é muito rigoroso em relação a isso, garantindo o direito dos clientes.

Em primeiro lugar, o consumidor deve tomar cuidado sempre que uma loja anunciar grandes descontos. Isso porque muitas vezes as "promoções" só servem para atrair os clientes, sem realmente oferecer preços menores. Desta maneira, Tardin ensina que é necessário comparar o preço das mercadorias em oferta com o das outras que estão no interior da loja, para não correr o risco de sair lesado.

Além disso, é recomendável fugir de produtos "grátis", principalmente cursos que você só tem de pagar o material didático. Na imensa maioria dos casos, o preço do item está embutido.

FRAUDES - De acordo com o diretor-presidente do Ibedec, é possível para o cliente detectar uma propaganda enganosa apenas analisando os textos ou imagens dos anúncios. Além disso, não é necessário que o cliente sofra prejuízo para que a publicidade seja considerada abusiva. Por conta disso, é importante guardar o material publicitário junto com os contratos e notas fiscais, sempre que possível, para poder reclamar se houver algum problema.

Segundo o Departamento de Proteção e Defesa do Consumidor, do Ministério da Justiça, publicidade enganosa é a que contém informações falsas e que esconde ou deixa faltar algum dado importante sobre o produto ou serviço. Já a publicidade abusiva é a que gera discriminação (por sexo, cor, raça, idade, origem social etc) ou violência, que explora algum medo ou inocência das pessoas, desrespeita os valores ambientais etc.

Página principal do Clipping   Escreva um Comentário   Enviar Notícia por e-mail a um Amigo
Notícia lida 330 vezes




Comentários


Nenhum comentário até o momento

Seja o primeiro a escrever um Comentário


O artigo aqui reproduzido é de exclusiva responsabilidade do relativo autor e/ou do órgão de imprensa que o publicou (indicados na topo da página) e que detém todos os direitos. Os comentários publicados são de exclusiva responsabilidade dos respectivos autores. O site "Monitor das Fraudes" e seus administradores, autores e demais colaboradores, não avalizam as informações contidas neste artigo e/ou nos comentários publicados, nem se responsabilizam por elas.


Patrocínios




NSC / LSI
Copyright © 1999-2016 - Todos os direitos reservados. Eventos | Humor | Mapa do Site | Contatos | Aviso Legal | Principal