Monitor das Fraudes - O primeiro site lusófono sobre combate a fraudes, lavagem de dinheiro e corrupção
Monitor das Fraudes

>> Visite o resto do site e leia nossas matérias <<

CLIPPING DE NOTÍCIAS


Acompanhe nosso Twitter

28/04/2010 - O Diário de Mogi Escrever Comentário Enviar Notícia por e-mail Feed RSS

Delegado faz alerta sobre novo golpe no Município

Por: Laércio Ribeiro


O delegado Ricardo Glória, de plantão no 1º DP, em Mogi das Cruzes, alerta a comunidade para o novo golpe que está sendo aplicado na população. A empresa usa o nome de fachada Previdência Pecúlios. Ontem, a autoridade registrou mais um caso, o segundo em uma semana. "O de hoje (ontem) foi uma tentativa de estelionato, pois a vítima já havia retirado o dinheiro", disse.

No último dia 19, o empresário Ewerton Komatsubara, de 34 anos, compareceu ao Distrito Policial e formalizou uma queixa de Estelionato em desfavor da "firma fantasma".

Ele relatou ao delegado Ricardo Glória que a sua tia Yhoko, de 61 anos, trabalhava no 1º Cartório de Ofícios da Cidade, mas em fevereiro ficou doente e lhe deu uma procuração.

Os funcionários haviam feito adesão para aumento de salário e até uma previdência para a aposentadoria, mas a firma havia "quebrado". O empresário soube disso através de sua tia, na cama do hospital.

Acontece que chegou na casa dela uma correspondência da Previdência Pecúlios, informando que ela tinha a receber R$ 45,6 mil, em dinheiro, porém para ganhar o benefício deveria depositar R$ 5,5 mil.

Por esse motivo, Ewerton depositou R$ 2,5 mil da tia e mais R$ 3 mil dos seus próprios recursos, numa conta do Banco do Brasil em nome de Luiz Carlos Souza.

O empresário ainda conversou com uma certa funcionária que se identificou como Ângela, da Previouro, e até com uma suposta advogada. Na sua conta, os vigaristas chegaram a depositar um cheque, mas era furtado.

Ciente de que havia caído num golpe, Ewerton procurou a Polícia Civil. O delegado Ricardo Glória já mandou abrir inquérito policial para apurar o crime.

A autoridade avisa que "quem receber carta semelhante deve ir à uma Delegacia imediatamente; não faça qualquer depósito bancário, e registre uma queixa".

Página principal do Clipping   Escreva um Comentário   Enviar Notícia por e-mail a um Amigo
Notícia lida 216 vezes




Comentários


Nenhum comentário até o momento

Seja o primeiro a escrever um Comentário


O artigo aqui reproduzido é de exclusiva responsabilidade do relativo autor e/ou do órgão de imprensa que o publicou (indicados na topo da página) e que detém todos os direitos. Os comentários publicados são de exclusiva responsabilidade dos respectivos autores. O site "Monitor das Fraudes" e seus administradores, autores e demais colaboradores, não avalizam as informações contidas neste artigo e/ou nos comentários publicados, nem se responsabilizam por elas.


Patrocínios




NSC / LSI
Copyright © 1999-2016 - Todos os direitos reservados. Eventos | Humor | Mapa do Site | Contatos | Aviso Legal | Principal